Governo fascista
O governador fascista mentiu para as famílias que suspendeu a reintegração de posse para desmobilizar a luta contra o despejo. É preciso intensificar a luta no acampamento
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
campo grande11
PM fascista continua aterrorizando as famílias | Imagem: MST/MG

Segundo denúncias das famílias do MST que vivem no Acampamento Quilombo Campo Grande, em Campo do Meio (MG), a Polícia Militar que tentou de todas as maneiras realizar o despejo de 450 famílias continua dentro do acampamento intimidando as famílias e o despejo pode ser reiniciado as 6h da manhã do próximo dia.

O governador Romeu Zema (NOVO), apoiador ferrenho de Bolsonaro e sua politica de ataques aos trabalhadores, publicou nas redes sociais que havia cancelado a reintegração de posse. Mas a notícia era falsa e não tem nenhum documento que comprove a suspensão da reintegração de posse.

Zema tenta dessa maneira desmobilizar as famílias que impediram que a fascista polícia militar efetuasse o despejo através de barreiras nas estradas e enfrentamento com os militantes do MST.

É um golpe da direita fascista para esmagar as famílias e jogá-las nas ruas para beneficiar latifundiários da região. Fica evidente a necessidade de a esquerda deslocar militantes e convocar a população para se dirigir ao Acampamento para evitar o despejo ou uma tentativa de massacre da polícia militar contra as famílias.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas