Menu da Rede

Governo fascista

Romeu Zema mente e despejo do Quilombo Campo Grande continua

O governador fascista mentiu para as famílias que suspendeu a reintegração de posse para desmobilizar a luta contra o despejo. É preciso intensificar a luta no acampamento

Tempo de Leitura: < 1

PM fascista continua aterrorizando as famílias – Imagem: MST/MG

Publicidade

Segundo denúncias das famílias do MST que vivem no Acampamento Quilombo Campo Grande, em Campo do Meio (MG), a Polícia Militar que tentou de todas as maneiras realizar o despejo de 450 famílias continua dentro do acampamento intimidando as famílias e o despejo pode ser reiniciado as 6h da manhã do próximo dia.

O governador Romeu Zema (NOVO), apoiador ferrenho de Bolsonaro e sua politica de ataques aos trabalhadores, publicou nas redes sociais que havia cancelado a reintegração de posse. Mas a notícia era falsa e não tem nenhum documento que comprove a suspensão da reintegração de posse.

Zema tenta dessa maneira desmobilizar as famílias que impediram que a fascista polícia militar efetuasse o despejo através de barreiras nas estradas e enfrentamento com os militantes do MST.

É um golpe da direita fascista para esmagar as famílias e jogá-las nas ruas para beneficiar latifundiários da região. Fica evidente a necessidade de a esquerda deslocar militantes e convocar a população para se dirigir ao Acampamento para evitar o despejo ou uma tentativa de massacre da polícia militar contra as famílias.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Populares na Rede
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Colombianos não saem das ruas até derrubar o governo - Conexão América Latina nº 62 - 22/06/21

86 Visualizações 29 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend