4 Shares
Brasília - O senador Romero Jucá durante sessão da Comissão de Constituição e Justiça do Senado  para a leitura do seu parecer sobre o projeto de lei de reforma trabalhista. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)
|

Da redação – O ex-senador do PMDB, Romero Jucá, e ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, estão sendo acusados de corrupção pelo Ministério Público Federal (MPF).

Em 2010, Jucá teria recebido um pagamento pelo menos de R$ 1 milhão em propina, segundo o MPF.

No ano passado, quando Jucá se tornou réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em outra ação penal, Gilmar Mendes arquivou o processo contra ele.

Tudo indica que essa nova acusação de corrupção contra Jucá é o aprofundamento da luta entre os diversos setores da burguesia. Jucá é um representante importante do Centrão e está há mais de uma ano sendo ameaçado pelo judiciário.

Relacionadas