Alagoas
Trabalhadores reivindicam a manutenção dos benefícios históricos conquistados e formalizados no CCT, que os patrões querem acabar aproveitando a pandemia.
Trabalhadores da Veleiro
Trabalhadores paralisam contra ataques dos patrões que querem aproveitar a pandemia. | Foto por: Edilson Omena
Trabalhadores da Veleiro
Trabalhadores paralisam contra ataques dos patrões que querem aproveitar a pandemia. | Foto por: Edilson Omena

Os trabalhadores do setor de transporte coletivo de Maceió, decidiram em assembleias realizadas na semana passada a deflagração de greve a partir da próxima segunda (08), contra a ameaça de cortes de benefícios e salários por partes das empresas.

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (Sinttro/AL) afirmou que, caso a pauta de reinvindicações dos trabalhadores não seja atendida os trabalhadores entrarão em greve paralisando todo o sistema de transporte da capital.

Os trabalhadores reivindicam a manutenção dos direitos conquistados vigentes na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), como tíquete refeição, plano de saúde e reajuste dos salários e denunciam a intransigência dos donos das empresas que afirmam não terem condição de manter os benefícios históricos da categoria.

Relacionadas
Send this to a friend