Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
galo_velho_incendio
|

É comum ver favelas, assentamentos e ocupações pegando fogo “sozinhas” no Brasil, por mais que se especule e que se atribua uma culpa sem sentindo aos moradores, que são sempre os principais afetados, no fim, percebe-se que os reais responsáveis por essas tragédias são os grandes empresários, latifundiários e grandes fazendeiros. Um exemplo dessas manobras da burguesia para “dar um jeito” na população pobre indesejada foi o que aconteceu nesta terça-feira (13), quando um assentamento em Galo Velho, zona rural, em Rondônia, foi incendiado.

Segundo os moradores da região, há tempos o assentamento é palco de conflitos entre latifundiários e a população pobre, que precisa daquela terra para sobreviver. O incêndio, obra da burguesia do interior, tomou uma extensão de pelo menos 15 quilômetros, segundo testemunhas. Na quarta-feira (14), foram encontrados dois corpos carbonizados e presos a cipós. Os corpos eram de um casal que, na tentativa desesperada de fugir do incêndio, acabaram se enroscando nos cipós, sendo carbonizados.

A região já é conhecida por ser extremamente violenta contra os trabalhadores sem-terra e esse tipo de ação criminosa por parte dos latifundiários só recrudesce a miséria e falta de perspectiva na vida dessa população pobre, que provavelmente teme diariamente novos ataques, afinal, no capitalismo, quem tem o dinheiro, tem a força. A vida dessas pessoas não tem valor nenhum para a burguesia, enquanto esses trabalhadores servem para ser mão-de-obra barata, são tolerados, depois, descartados como se fossem lixo.

Toda essa política de violência no campo contra as populações pobres é respaldada pelo presidente ilegítimo Jair Bolsonaro, que frequentemente aparece em vídeos afirmando que essas áreas rurais tem que servir para serem exploradas pelo fazendeiros, mineradoras estrangeiras, etc. Ou seja, o presidente golpista dá carta branca para o latifúndio exterminar os sem-terra. Sendo assim, é urgente ampliar a luta pelo Fora Bolsonaro, a fim de combater e eliminar o governo dos golpistas, que assassina trabalhadores diariamente.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas