Siga o DCO nas redes sociais

No Sindipetro-RJ
RJ receberá hoje, às 18h, reunião de formação de comitê de autodefesa
Trata-se de uma iniciativa de fundamental importância, em um momento no qual os fascistas voltam a atacar fisicamente organizações de esquerda e pessoas marginalizadas
49a48a93-6ef9-475e-a0cb-9f83e3bc9484 (1)
No Sindipetro-RJ
RJ receberá hoje, às 18h, reunião de formação de comitê de autodefesa
Trata-se de uma iniciativa de fundamental importância, em um momento no qual os fascistas voltam a atacar fisicamente organizações de esquerda e pessoas marginalizadas
Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Foto: Divulgação
49a48a93-6ef9-475e-a0cb-9f83e3bc9484 (1)
Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Foto: Divulgação

Da redação – Às 18h desta quinta-feira (06), ocorrerá no Rio de Janeiro a reunião para a formação do Comitê de Autodefesa Fora Bolsonaros, uma iniciativa de militantes de esquerda fluminenses e que contará com a presença de representantes do Partido da Causa Operária (PCO).

A reunião será no Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro, cuja sede está localizada na Avenida Passos, 34, sala 314, no centro da cidade.

Trata-se de uma iniciativa de fundamental importância, em um momento no qual os fascistas voltam a atacar fisicamente organizações de esquerda e indivíduos pertencentes aos setores mais marginalizados da população, como LGBTs, negros, índios, mulheres, moradores de rua, sem terra, e mesmo trabalhadores.

O ataque contra a produtora do programa Porta dos Fundos, no final do ano passado, demonstrou que a extrema-direita sai do armário novamente e não se contenta em apenas assediar os setores mais oprimidos, como também uma parcela mais ampla da população, como artistas e intelectuais, que já vinham sendo atacados verbalmente e nas redes sociais.

A greve dos petroleiros, um movimento que entra em confronto direto com o governo ilegítimo do fascista Jair Bolsonaro, tende a se radicalizar e a sofrer violências das forças de repressão estatais, como a polícia e o exército, e também de bandos fascistas, para forçarem seu encerramento. Diante disso, os comitês de autodefesa são extremamente necessários para proteger as ações grevistas, como ocupações de fábricas e piquetes, das investidas reacionárias.

Em janeiro, foi criado o Comitê Popular Fora Bolsonaro em Brasília, uma iniciativa primordial dos companheiros do Distrito Federal, da qual o PCO fez parte. Esses comitês, que precisam se espalhar por todo o País, somados aos comitês de autodefesa, são um poderoso instrumento de mobilização e organização das massas populares contra o regime golpista e a direita, por isso sua criação e suas atividades devem ser incentivadas.

Militantes do Rio de Janeiro, participem do Comitê de Autodefesa Fora Bolsonaros e ajudem a formar organizações que protejam fisicamente os trabalhadores das agressões fascistas!