RJ: em zona controlada por milicianos, prédio desaba e deixa mortos e feridos

muzema2

Da redação – Na manhã desta sexta-feira (12), desabaram dois prédios na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ). A comunidade é controlada por milicianos, que controlam também a compra e venda de imóveis.

Segundo a prefeitura, os prédios que desabaram eram construções irregulares. O que levanta a suspeita de terem sido construídos pelos próprios milicianos, de forma clandestina.

Os milicianos estão sendo denunciados pela população por conta do loteamento de terrenos vizinhos a um condomínio fechado. Estão criando um conjunto habitacional, de maneira ilegal.

Sobre o desabamento ocorrido de manhã, um dos moradores do prédio declarou: “Eu estava no quarto, corri pra sala e quando cheguei na sala desmoronou tudo em cima de mim. Foi muito rápido, muita poeira. Fique num bolsão de ar. Os meninos tiraram uma parede que estava na frente e eu consegui sair. Só consegui sair porque eu corri pra sala na hora”.

Por volta das 8 horas, os bombeiros declararam duas pessoas mortas, mas ainda estão vasculhando os escombros para procurar vítimas, falecidas ou feridas. No momento, mais de 15 pessoas continuam desaparecidas.

Uma mulher disse que sua mãe havia ficado presa nos escombros:

“Meu padrasto está vindo pra cá, mas a minha mãe está gritando ali. Os moradores que estão ajudando foram até ali e ouviram uma senhora gritar exatamente no quarto dela”.

Uma outra disse, “Minha vizinha está lá dentro. Ela e o filhinho dela. Ela não tem parentes no Rio. Só os amigos que podem procurar por ela agora. A minha esperança é que ela esteja viva”.

Sobre a questão das construções feitas pelas milícias, declarou-se:

“Eles construindo sem fim, sem parar. Uma construção atrás da outra, uma loucura. Era retroescavadeira, explosões constantes. Só querem construir e vender”, apesar das chuvas fortes constantes.

Os desabamentos, portanto, ocorreram por conta de dois fatores. Primeiro, o controle das milícias nas região, que deixa a comunidade nas mãos de total mafiosos, oriundos das forças armadas do estado – que não se preocupam como o bem estar da sociedade.

Além disso, a prefeitura direitista de Crivella também tem sua culpa, pois Muzema foi uma das áreas mais afetadas pelas recentes chuvas na cidade do Rio de Janeiro. As ruas ficaram totalmente alagadas, por falta de sistema de escoamento da água e de asfalto.

Moradores em rua alagada transportando morador retirado dos escambros

Esse é o produto da política de descaso dos golpistas: o Rio de Janeiro se tornou uma verdadeira selva.