Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

“Se os fatos estão contra nós, pior para os fatos.” É como pensa o tucano Beto Richa, governador do Paraná, ao censurar o delegado que investigava o atentado à caravana do Lula, Wikinson Fabiano Oliveira de Arruda. Wikison apenas afirmou algo contrário a seus interesses políticos, e que coincide com a verdade: de fato, foi tentativa de assassinato o ataque à caravana de Lula.

Segundo Richa, o delegado – agora afastado do caso – estaria se aproveitando da situação de destaque para criticar o governo. Mas na realidade, vários tiros foram desferidos contra um ônibus em movimento contendo pessoas. Que outra designação dar para o ocorrido que não tentativa de homicídio?

Nesta quinta-feira (29), a Associação dos Delegados de Polícia do Paraná (Adepol) rebateu (29) as afirmações do governador do Paraná, Beto Richa. O delegado Daniel Prestes Fagundes, presidente da Adepol, afirmou. “Nosso delegado não é mentiroso”.

O fato é que tanto o governo do Estado quanto a imprensa burguesa apoiam o atentado contra a caravana de Lula, e irão fazer o possível para que ninguém seja investigado ou preso por conta dos tiros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas