Passando a boiada
Min. do Meio Ambiente, publicou hoje a portaria, divulgando que quer fundir ICMBio ao Ibama para facilitar a destruição por parte de latifundiários, garimpeiros e industriais.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Bolsonaro e Salles
Bolsonaro e Salles, a dupla que está, literalmente, tocando fogo no Brasil. | Foto por: Pedro Ladeira/Folhapress

O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, publicou nesta sexta (02) portaria no Diário Oficial da União (DOU) que autoriza estudos para fundir ICMBIO e IBAMA, para segundo ele “avaliar potenciais ganhos de sinergia e eficiência administrativa”. Os órgãos que possuem funções diferentes, já que desde 2007, quando foi criado, o ICMBio é responsável pela gestão e fiscalização das unidades de conservação e centros especializados e educação ambiental, entre outras.

Contudo, as ações do ministro e do governo Bolsonaro, deixam claro que a medida visa permitir que garimpeiros, latifundiários, industriais etc., aumentem seus lucros com um enorme custo ambiental e social, atacando comunidades tradicionais, indígenas e sem terras.

Além disso, o fechamento de um dos órgãos vai levar à demissão de milhares de trabalhadores, essa seria a tal “eficiência administrativa”.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas