A serviço da burguesia
Em defesa do Estado capitalista Erundina esmagou greve de motoristas de ônibus da CMTC no passado
SÃO PAULO, SP, 24.07.2016: ELEIÇÕES-SP - A candidata a prefeitura de São Paulo pelo PSOL, Luiza Erundina, oficializa sua candidatura durante convenção do partido na sede do SINTAEMA, na zona norte da capital. (Foto: Taba Benedicto/Folhapress)
Luiza Erundina | Foto: Reprodução
SÃO PAULO, SP, 24.07.2016: ELEIÇÕES-SP - A candidata a prefeitura de São Paulo pelo PSOL, Luiza Erundina, oficializa sua candidatura durante convenção do partido na sede do SINTAEMA, na zona norte da capital. (Foto: Taba Benedicto/Folhapress)
Luiza Erundina | Foto: Reprodução

A chapa Boulos e Erundina é apresentada como sendo uma chapa de esquerda e combativa para as eleições deste ano. Porém afirmar que essa chapa é uma chapa ligada a burguesia não é nenhuma mentira. Quando Luiza Erundina ocupou o cargo de prefeita da cidade de São Paulo atacou de maneira brutal o movimento grevista dos motoristas e cobradores de ônibus, todos trabalhadores da empresa estatal CMTC.

 “Após nove dias de greve e 475 motoristas e cobradores demitidos, os ônibus voltam a circular normalmente hoje na cidade de São Paulo.

O fim da greve foi decidido em assembleia realizada ontem. No entanto o sindicato da categoria pretende negociar com a prefeitura a revisão das 475 demissões e o parcelamento em duas vezes do reajuste de 89,49% concedido pelo TRT (Tribunal Regional do Trabalho).

A prefeita Luiza Erundina (PT) decidiu ser instransigente nas decisões que tomou até agora em relação aos grevistas. Ela vai recorrer na Justiça contra o reajuste concedido pelo TRT.” Folha – 20.mai.1992

Nesse único trecho retirado do jornal golpista Folha de S. Paulo podemos ver o nível da política “revolucionária” e contra a burguesia que essa chapa nos promete. Foram 475 demissões, entre os demitidos estavam líderes grevistas, sindicalistas e ativistas sindicais. Além disso, Erundina recorreu ao TRT na época para diminuir o reajuste salarial concedido pelo tribunal e abriu sindicâncias para apurar depredações que ocorreram durante a greve, o que provavelmente resultou em mais demissões.

Quando afirmamos que essa chapa possuem fortes relações com a burguesia não é delírio, é fato.

 

Relacionadas
Send this to a friend