Siga o DCO nas redes sociais

Uma festa dos trabalhadores
Réveillon Vermelho: confraternização é parte da luta política
O Réveillon do PCO é uma confraternização da classe trabalhadora, a altura do seu dever social, fortalecendo laços e a união de diversas pessoas por todo país.
em-sao-paulo-festa-de-reveillon-do-pco-tera-show-de-miriam-mirah-1024x585
Uma festa dos trabalhadores
Réveillon Vermelho: confraternização é parte da luta política
O Réveillon do PCO é uma confraternização da classe trabalhadora, a altura do seu dever social, fortalecendo laços e a união de diversas pessoas por todo país.
Venha participar de mais um Réveillon!
em-sao-paulo-festa-de-reveillon-do-pco-tera-show-de-miriam-mirah-1024x585
Venha participar de mais um Réveillon!

O Partido da Causa Operária estará realizando nesta virada de ano seu tradicional Réveillon, intitulado Réveillon Vermelho, uma grande festa nacional que ocorre há anos e leva centenas de pessoas de todo o País para comemorar a virada de ano em uma grande festa, com todos aqueles que participaram da luta política que se decorreu por todo o ano.

Neste ano de 2019, muitos direitos do povo brasileiro foram retirados, o governo golpista e o fascista Jair Bolsonaro, impulsionam por todo país a extrema-direita e o ataque à população pobre. Contudo, em um ano como esse garantimos a soltura do ex-presidente Lula, uma vitória parcial que possibilitou o tirar da cadeia. E agora, nesse segundo semestre, o PCO pôde realizar a segunda edição da Conferência Nacional de Luta Contra o Golpe, reunindo vários setores da esquerda sob uma política de mobilização pelo Fora Bolsonaro, um importante avanço para a organização dos trabalhadores.

Sendo assim, neste cenário de grandes lutas sociais, o PCO vem realizar uma festa para juntar, em um só local, companheiros de todo país que contribuíram para os fundamentais avanços que conseguimos nesse ano.

A festa de Réveillon não é apenas comes e bebes, mas sim parte da luta política. Tradicional dos partidos operários do século XX, atividades como essas são importantes para levantar o moral dos trabalhadores, organizando uma confraternização a altura da sua função social. Se eles tudo que tudo produzem, a eles tudo pertence.

Além disso, possibilitam a união, fortalecimento de laços de pessoas de todas as regiões, demonstrando que não estamos isolados, aumentando assim nossa própria organização política.

Para os trabalhadores, tais atividades são privadas pelo estado esmagado em que vivem, porém, neste caso, a festa de Réveillon organizada por um partido operário demonstra que de forma organizada, coletiva, os trabalhadores se fortalecem, e conquistam aquilo que é seu por direito.

O Réveillon deste ano contará com diversas atrações que possam garantir toda esta confraternização em alta qualidade. Sendo realizada no Tênis Club Paulista, um local central de São Paulo, a virada de ano contará com música latino-americana por toda noite, e a apresentação especial da Cantata de Santa Maria de Iquiqui, composta no Chile no século passado, retratando um acontecimento abafado pela história, o massacre dos mineiros em 1907.

A cantata é uma experiência de raro acesso no Brasil, sendo apresentada em poucos lugares e aqui, terá sua versão completa com Miriam Mirah e o grupo Sendero.

Open bar, uma grande janta, música ao vivo toda a noite e uma bela Cantata em um dos melhores locais de São Paulo, este será o Revéllion Vermelho, venha participar e inscreva-se no link abaixo:

Inscreva-se: Révellion Vermelho – 2019/2020