Eleições nos EUA
Eleitores “especiais” votam hoje quem será o novo presidente. Sistema permite que delegados divirjam da escolha popular, apesar do amplo apoio a Biden.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
joe-biden-e-kamala-harris
Chapa Biden-Harris, venceu no voto popular, agora será novamente votada por eleitores especiais. | Foto por: reprodução.

O colégio eleitoral dos Estados Unidos, formado por eleitores “especiais”, se reúne nesta segunda (14) para decidir quem será o novo presidente dos Estados Unidos.

Os 538 eleitores votarão dos seus próprios Estados, em locais pré-definidos pelo poder legislativo local, no que se espera que seja uma ratificação do voto popular encerrada no último dia 03 de novembro, o qual deu a vitória à chapa Joe Biden / Kamala Harris por 306 votos contra 232 de Donald Trump / Mike Pence.

Os membros do colégio eleitoral são escolhidos de várias maneiras, em eleições locais, em indicações pelo partido, pelo legislativo e são figuras sem vínculo com o poder legislativo ou o executivo federal. Podem, na votação de hoje, divergir do voto popular, como em 2016 em que sete eleitores do Partido Democrata votaram em D. Trump e um do Partido Republicano votou em Hillary Clinton.

O resultado da votação de hoje deve ser oficializados até 23 de dezembro e o resultado final das eleições serão referendados pelo Congresso e o novo presidente será oficialmente declarado em 06 de Janeiro de 2021.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas