Siga o DCO nas redes sociais

Luta do povo negro
Coletivo de negros debateu identitarismo e Revista João Cândido
Coletivo debate questões reais e levanta as principais reivindicações do negro
Luta do povo negro
Coletivo de negros debateu identitarismo e Revista João Cândido
Coletivo debate questões reais e levanta as principais reivindicações do negro
Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

Neste sábado (21/09), ocorreu a reunião do Coletivo de Negros João Cândido, do Partido da Causa Operária. Como pauta da reunião estava a questão do identitarismo, que foi debatida e demonstrada que, tal política, tem a finalidade de gerar confusão e paralisia do movimento negro.

Como parte dos encaminhamentos da discussão, o Coletivo de Negros deve editar um programa chamado “A visão marxista da luta dos negros”, a ser transmitido ao vivo pela Causa Operária TV. A ideia é abrir o debate para a verdadeira luta do negro, real, objetiva, em oposição à ideologia identitária, típica política da esquerda classe média.

Foi discutido, também, a edição de um panfleto explicativo sobre o que é, como funciona e quais são as reivindicações do Coletivo de Negros João Cândido. A ideia é publicar milhares desses panfletos, para aumentar a audiência e a militância negra em torno das reivindicações discutidas no coletivo.
Por fim, foi debatida pauta do programa Tição, que será exibido amanhã, às 19h, ao vivo, na Causa Operária TV. Dentre os assuntos do programa, que terá como título “Fora Witzel: assassino do povo!”, está a questão da censura das publicações de Monteiro Lobato, autor que está no alvo do tribunal moral da esquerda, bem como um breve balanço, sob o ponto de vista do negro, do ato do dia 14, em Curitiba (PR).

Participe das reuniões do Coletivo. Presencialmente: em São Paulo, na rua Serranos, 90, perto do metrô saúde. Sempre aos sábados, às 16h. Quem for de fora do estado, basta entrar em contato com o Coletivo para participar por aplicativo de reuniões de internet, pelos telefones 11 95208-8335, 11 95456-9754. Participe!