Como terminou a 9ª rodada do Brasileirão: VAR foi o principal jogador em campo

alerrandro-comemora-gol-do-atletico-mg-contra-o-union-la-calera-1559096511123_v2_1920x1281

A 9ª rodada do brasileirão terminou com algumas polêmicas. Na quarta-feira (12), o VAR apitou um gol irregular para o Internacional contra o Bahia. Já nos jogos de quinta-feira (13), o VAR realizou 3 gols, um para o Fluminense de pênalti, um para o Goiás e um claramente irregular para o Atlético Mineiro contra o São Paulo.

No jogo do Fluminense contra a Chapecoense, o VAR parece ter aparecido para “aparecer na foto”. De fato, houve pênalti, o zagueiro do time catarinense meteu o braço na bola. Porém, para fazer propaganda da “justiça” no futebol, o VAR teve de aparecer para confirmar o pênalti. O jogo acabou empatando, por conta do gol que a Chapecoense realizou logo no primeiro lance do 1º tempo, com um gol de cabeça de Everaldo.

Já no jogo do Atlético-MG contra o São Paulo, o VAR roubou de forma escancarada. Os três jogadores mais adiantados do time mineiro estavam excessivamente à frente da linha do último jogador do São Paulo. O impedimento era claro, não dava brecha para nenhum tipo de dúvida.

Mesmo assim, com a realização do gol de Alerrandro, o VAR apareceu para confirmar o gol irregular. A imprensa golpista, defensora do VAR, tentou justificar com o argumento de que a bola teria tocado em um jogador do São Paulo antes de chegar em Alerrandro. Porém, uma análise mais cuidadosa da jogada mostra que nem isso ocorreu.

Finalmente, o jogador Alexandre Pato aproveitou um passe de Nenê e realizou o gol do São Paulo – totalizando um placar de 1×1 ao final do jogo.

O Goiás, que jogou contra o Atlético-PR, ganhou de 2×1. Desta vez, o VAR parou o jogo por mais de 3 minutos para dar o 2º gol ao Goiás, que no final acabou fazendo um gol contra. O jogo terminou 2×1.

Já o Palmeira, que se mantém líder do campeonato, ganhou de 2×0 do Avaí. O primeiro gol de Deyverson foi produto de um furo extraordinário do zagueiro do Avaí.

Já o Vasco e o Ceará jogaram um jogo para e chato. O time carioca atacou mais e chutou mais, mas errou muito gol. No final, conseguiram fazer um gol, adquirindo mais 3 pontos, e saindo da zona de rebaixamento.

A 9ª rodada do brasileirão foi marcada pelo VAR, o nova forma de controle do futebol. Com o VAR, fica mais fácil de regularizar a fraude no futebol, como este jornal vem denunciando há tempo. O gol contra o São Paulo é comprovação disso.

 

Veja os resultados da 9ª rodada

 

 

  • Botafogo 0 x 1 Grêmio
  • Fortaleza 2 x 1 Cruzeiro
  • Internacional 3 x 1 Bahia
  • CSA 0 x 2 Flamengo
  • Santos 1 x 0 Corinthians
  • Vasco da Gama 1 x 0 Ceará
  • Chapecoense 1 x 1 Fluminense
  • Palmeiras 2 x 0 Avaí
  • Atlético-MG 1 x 1 São Paulo
  • Goiás 2 x 1 Atlético-PR

 

 

Classificação

 

1º – Palmeiras (25)

2º – Santos (20)

3º – Flamengo (17)

4º – Internacional (16)

5º – Atlético-MG (16)

6º – Goiás (15)

7º – Botafogo (15)

8º – Bahia (14)

9º – São Paulo (14)

10º – Corinthians (12)

11º – Grêmio (11)

12º – Atlético-PR (10)

13º – Ceará (10)

14º – Fortaleza (10)

15º – Vasco da Gama (9)

16º – Fluminense (8)

17º – Chapecoense (8)

18º – Cruzeiro (8)

19º – CSA (6)

20º – Avaí (4)