Golpe de Estado
“Esta é a situação: estão sendo mortos sem direito a nada… É por isso que denunciamos e pedimos ao mundo inteiro… para repudiar isso. Esta é uma ditadura, um golpe de estado.”
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
repressao-bolivia
Repressão policial e militar às manifestações contra o golpe de Estado na Bolívia – Foto: Reuters |

Da Redação – Na tarde desta sexta (15) as forças de repressão bolivianas utilizaram-se de agressões, tortura e prisões para atacar manifestantes que protestaram contra o governo golpista de Jeanine Áñez e o golpe de Estado no País. Até o momento, centenas de pessoas foram feridas, mais de 100 presas e mais de 20 assassinadas, segundo a rádio Kawsachun Coca 99.1 FM.

Nas redes sociais e nos canais de mensagens instantâneas foram feitas inúmeras denúncias da repressão e da omissão da imprensa capitalista golpista boliviana, que está acobertando os crimes dos militares contra o povo.

Uma prova do caráter de classe do aparato de repressão do Estado Burguês, que não fez nada quando a extrema direita atacou prefeitos do MAS (Movimento ao Socialismo, partido de Evo Morales) e órgãos públicos, no momento em que Evo estava no governo, mas agora que o povo se levanta contra o golpe de Estado, ataca violentamente os manifestantes.

Militares agridem manifestantes na rua. Reprodução twitter.

É o que denuncia Sandra Carreño, da Federação das Mulheres Camponesas Indígenas Bolivianas:

“Está así la situación: los están acribillando, los están matando sin derecho a nada… Por eso denunciamos y le pedimos al mundo entero que los (organismos de) Derechos Humanos se presenten para repudiar esto. Esto es una dictadura, un golpe de Estado, y eso no se lo discute… Los medios de comunicación en Bolivia son hegemónicos. No están mostrando todo lo que está pasando.”

“Esta é a situação: eles estão sendo crivados, estão sendo mortos sem direito a nada… É por isso que denunciamos e pedimos ao mundo inteiro que as organizações (de direitos humanos) se apresentem para repudiar isso. Esta é uma ditadura, um golpe de estado, e isso não é discutido… A mídia na Bolívia é hegemônica. Eles não estão mostrando tudo o que está acontecendo.” (tradução livre)

Confira o vídeo aqui.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas