São Paulo
A Polícia Militar realizou a “Operação Guepardo” na Cracolândia. O objetivo efetuar uma higienização social e reprimir os dependentes químicos e moradores de rua.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Drug users talk with police officers during a police operation in a neighborhood known to locals as Cracolandia (Crackland), in downtown Sao Paulo, Brazil June 11, 2017. REUTERS/Paulo Whitaker
Repressão policial na Cracolândia. | PAULO WHITAKER | Crédito: REUTERS

Na tarde desta quinta-feira (23), a Polícia Militar realizou a “Operação Guepardo” que tinha por objetivo reprimir os dependentes químicos e moradores de rua da Cracolândia, cidade de São Paulo.

Os dependentes químicos e moradores de rua reagiram à agressão da PM, atearam fogo em alguns cruzamentos para bloquear a passagem de veículos e atiraram pedras contra os policiais.

A Operação da PM, efetuada em conjunto com a Guarda Civil Municipal (GCM), é mais uma operação de higienização social contra a população pobre. Trata-se de travar uma guerra e aterrorizar permanentemente as pessoas que lá vivem. Esse é o caráter da política dos tucanos João Doria e Bruno Covas, que controlam respectivamente a Polícia Militar e a GCM.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas