Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
candomble
|

As religiões de matriz Africana sempre foram alvos de perseguição por parte do Estado nacional e sempre foram vítimas de enorme preconceito social. Muitos motivos incidem na perseguição e no preconceito com as religiões africanas ou afro-brasileiras. O fator principal, porém, é político . Por tratar-se de uma manifestação espiritual de uma ampla camada da população brasileira, o negro, a religião pode tornar-se uma meio de organização, unificação etc dessa massa difusa.

O negro é uma população oprimida pelo Estado nacional ao mesmo tempo temida pelo regime  político que não pode subsistir tal como é se tiver de incorporar essa da população a condição de cidadão pleno. Por isso reprime  Qualquer organizacionais possa unificar o negro, por isso o Estado, a direita, a burguesia, a imprensa perseguem permanentemente as religiões de africana.

A própria ideologia, muito difusa, que demoniza as religiões de matriz africanas é impulsionada pela imprensa capitalista e.pelo Estado burguês. Qualquer sociedade minimamente democrática deve garantir  direito fundamental do cidadão a liberdade de culto. No Brasil não há este direito em se tratando de religiões de matriz africana.

Ser praticante de Candomblé, de Umbanda. etc é ser automaticamente perseguido pelo Estado e pela sociedade Civil, o que não acontece com nenhuma outra religião.

Na sociedade civil burguesa, no regime político burguês no Brasil o espaço para o negro como cidadão pleno é  muito pequeno. E a cada momento e mais e mais repelido para a marginalidade. Suas manifestações culturais rechaçadas ou reprimidas, mesmo as de grande popularidade.

Com o golpe de Estado a situação fica ainda mais desfavorável ao negro. Um dos elementos fundamentais do golpe de Estado é justamente impor ao negro, enquanto negro e ao trabalhador – coisa que, no Brasil, o povo negro participa nos dois momentos, já que é maioria do povo – uma maior exploração que só pode ser feita por meio da opressão, da Violência. E não por acaso as as religiões de matriz Africana tem sido cada vez mais atacadas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas