Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
may_theresa
|

O governo de Theresa May está se aprofundando na crise e na impopularidade. O regime político britânico teve que jogar a cartada da festa da família real para ver se continha o descontentamento da população, casando um príncipe nazista com uma atriz negra americana. Enquanto isso a popularidade de Jeremy Corbyn aumenta. O líder do Labour Party (partido do trabalho) e da oposição parlamentar inglesa compõe a ala esquerda do partido e tem fortes ligações com os sindicatos ingleses.

A crise inglesa é expressa através das manifestações violentas da extrema-direita. Em 2016 uma parlamentar inglesa do Labour Party, Jo Cox foi baleada e esfaqueada por um membro da National Alliance. A NA é um grupo neo-nazista baseado nos Estados Unidos fundado em 1974 por William Luther Pierce em Hillsboro na West Virginia. O grupo foi banido da Inglaterra após o assassinato da parlamentar.

Sob alegações de que a extrema-direita se tornou um perigo incontrolável para o Reino Unido, a liderança das investigações desses grupos passou a ser do serviço do MI5, serviço de inteligência de segurança interna e contra espionagem. Embora as investigações agora tenham mudado de órgão, as intervenções ainda serão feitas pela polícia. O serviço de espionagem interna é responsável por monitorar os grupos islâmicos e os militantes separatistas do país, como grupos da Irlanda do Norte, o aparato investigativo que dispõem é quase ilimitado.

Essa ação deve ser entendido como uma iniciativa para abrir precedentes e começar a espionar a esquerda de maneira sistemática, da mesma maneira que a caça as “Fake News” aqui no Brasil usuo MBL como boi de piranha, mas na prática foi uma importante ferramenta para censurar a esquerda durante as eleições.

O parlamento inglês é composto por duas casas, a Câmara dos Comuns ou câmara baixa, e a Câmara dos Lordes ou câmara alta, e o monarca. A câmara baixa é a mais forte politicamente das duas, e o Líder da Oposição, membro escolhido pelo partido que compõe ao Oposição Oficial, fração do parlamento liderada pelo segundo partido com maior número de assentos, é apontado como uma alternativa ao primeiro ministro para a rainha e seus conselheiros, cujo quais tem direito de veto. O atual Líder da Oposição é Corbyn, suas políticas contra o intervencionismo militar inglês, a austeridade, e pela renacionalização dos serviços públicos utilitários (eletricidade, gás, água, saneamento, comunicação e transporte) e das linhas de trem são uma ameaça para a política neo-liberal do imperialismo inglês.

Os ataques de calúnia contra o líder do Labour Party aumentaram muito esse ano e sua popularidade vem aumentando muito, ao passo que a impopularidade de May também dispara. O medo que a burguesia tem de ter que engoli-lo como primeiro ministro é grande e ela não está disposta a isso. Por isso a decisão foi de aumentar o estado policialesco e a repressão política.

 

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas