Aqui não se fala mal do futebol brasileiro

Monopólio no esporte

VAR + Globo = destruição do futebol

Globo e VAR estão unidos na destruição do nosso futebol, é preciso combater os dois.

Jogadores do Vasco comemoram gol junto à torcida. – Foto: Reprodução.

O episódio ocorrido no último jogo entre Vasco e Cruzeiro traz a tona o aspecto nocivo do VAR e da Globo para o futebol brasileiro. A partida disputada em São Januário (RJ) no domingo era importantíssima para os tradicionais clubes que lutam para voltar à primeira divisão do Brasileirão e foi marcada por uma falha bizarra na transmissão.

O Vasco abriu o marcador com gol de Nenê, que voltou recentemente ao clube vindo do Fluminense. O lance mais polêmico do jogo foi o segundo gol vascaíno, marcado por Daniel Amorim aos 47 minutos do segundo tempo. A arbitragem anulou o gol por considerar que Gabriel Pec havia dominado a bola com o braço no começo da jogada, antes de passar a bola para Amorim. No minuto seguinte, o Cruzeiro fez o gol de empate que decretou o placar do jogo.

Da parte dos vascaínos, partiu a reclamação de que o juiz sequer foi à cabine do VAR para verificar o lance, que fecharia a fatura para o time da casa. Independentemente do mérito do lance em si, já expusemos diversas vezes neste Diário que uma das facetas problemáticas do VAR é justamente sua seletividade, quem decide é o juiz de campo, o juiz de vídeo ou outro agente misterioso? Bom, pra quem confia até em urna eletrônica, por que desconfiar desse mecanismo “tecnológico” e “imparcial”?

Porém, o que mais chamou a atenção foi que a Globo anunciou a vitória do Vasco por 2 X 1. Comentaristas da emissora chegaram até a criticar o tempo gasto pelos jogadores cruzeirenses na comemoração do gol, que para eles seria um “gol de honra” e não um gol de empate, como foi de fato. O resultado do jogo foi corrigido depois do fim e replicou a confusão para inúmeros comentaristas esportivos na internet.

Apesar de depender do futebol para tentar manter sua audiência e patrocinadores, a Globo sempre apresentou um desprezo visível pelo esporte mais popular do mundo. Em primeiro lugar, pela administração tipicamente monopolista, onde compra os jogos para transmitir um ou outro na televisão aberta e encaminhar o resto para seus canais pagos.

Além disso, a emissora procura encaixar os jogos na sua programação e direcionar o máximo possível da audiência para outros programas. Essa estratégia faz com que os torcedores percam todo o antes e depois dos jogos, algo caro para quem está realmente interessado no jogo, como foi a chegada dos times ao estádio, quais jogadores apareceram para o aquecimento, como está a movimentação da torcida, enfim, toda a ambientação para a disputa que vai ocorrer. Além disso, no pós-jogo cabe muita coisa a ser transmitida, como entrevistas extras, análise dos lances mais importantes, declarações dos treinadores e por aí vai.

No bizarro caso ocorrido no domingo, a equipe de transmissão da Globo perdeu a anulação do gol vascaíno porque reprisava o lance. O repórter de campo, único da equipe que estava no estádio, tentou avisar o narrador mas foi ignorado. No mínimo, um claro sinal do descaso em relação ao jogo, uma falta de interesse a algo tão apreciado no Brasil.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.