Aqui não se fala mal do futebol brasileiro

Anterior
Próximo

Palmeiras entra em campo com formação mista e é derrotado, em casa, pelo São Caetano

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O elenco palmeirense é tidos por muito do mundo da bola como o melhor e mais forte do futebol brasileiro no momento. No entanto, quando dentro das quatro linhas, nem sempre essa qualidade é suficiente para garantir os melhores resultados.

Foi o que aconteceu na segunda-feira, dia 05, em partida complementar à décima rodada do Paulistão 2018.

Disputando a difícil competição do continente (o “Verdão” foi o único time brasileiro a estrear com vitória na Libertadores) e tendo um clássico pela frente nesta semana (quinta-feira) contra o São Paulo, o técnico Roger Machado optou por colocar em campo uma formação mista, poupando alguns dos mais importantes titulares, dentre eles  Felipe Melo e Lucas Lima.

Os substitutos, no entanto, não estiveram a altura dos titulares e não conseguiram dar ao time a mesma “pegada” das partidas anteriores, praticando um futebol apático e sem criatividade. O resultado foi que o “forte elenco” palmeirense foi derrotado pelo modesto São Caetano, pelo placar de 1 x 0, com direito a vaias do impaciente torcedor, que paga um dos ingressos mais caros do campeonato quando vai ao Allianz Parque, estádio que o time construiu para mandar os seus jogos.

Chiquinho foi o artilheiro solitário da noite, marcando logo aos sete minutos da etapa inicial, depois que recebeu um cruzamento vindo da direita, fuzilando o gol de Fernando Prass. O técnico Roger Machado ainda promoveu algumas mudanças de ordem tática, trocando peças e posicionamentos, mas nada deu resultado e o que  se ouviu foram vaias e mais vaias.

Bragantino surpreende, vence por 1 x 0 e afunda a Ponte Preta

Na outra partida complementar à décima rodada, o Bragantino visitou a Ponte Preta, em Campinas e levou uma importante vitória para Bragança Paulista. O time alvinegro derrotou a “Macaca”, no Moisés Lucarelli e se distanciou da ameaça do rebaixamento, com chances inclusive de classificação às semifinais. O gol dos visitantes foi marcado aos 33 minutos da etapa inicial por Matheus Peixoto. A derrota jogou a Ponte Preta para muito próximo à zona da degola do certame, pois agora figura como o primeiro fora da zona de rebaixamento. O time de Campinas permanece estacionado nos 10 pontos, acima apenas do Santo André (8) e da virtual rebaixada Linense (6). O regulamento prevê o rebaixamento dos dois últimos classificados na pontuação geral. O sinal de alerta está ligado e a recuperação precisa ser imediata, pois a ameaça de ir para a série A2 é cada vez maior para a “Macaca”.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.