Aqui não se fala mal do futebol brasileiro

Afastamento da torcida

Ingresso da final da Libertadores é mais caro que salário mínimo

A Conmebol, atuando junto aos capitalistas, estabeleceu que o preço do ingresso para o jogo custa US$ 250 (cerca de R$ 1,36 mil na cotação atual)

torcida do flamengo concorre ao posto da melhor do mundo vote 1

Festa proporcionada pela classe trabalhadora, que vai ao estádio fazer a festa do futebol e quem são os verdadeiros donos do futebol. – Foto: Gilvan de Souza

Redação do DCO

Palmeiras e Flamengo serão protagonistas da final da Taça Libertadores da América desse ano. O jogo ocorrerá no dia 27 de novembro (quarta-feira), em Montevidéu, capital do Uruguai, com horário ainda não definido. O campeão será definido em partida única, e a bola vai rolar no gramado do Estádio Centenário, onde normalmente  joga a seleção uruguaia de futebol. 

Até o momento, 50% do público estaria liberado para a partida por conta das normas sanitárias do país. No entanto, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) está convocando os empresários capitalistas para pressionarem o Ministério da Saúde Pública do Uruguai para liberar o estádio em 100% de sua capacidade.

A intenção da Conmebol parece, até certo ponto, querer beneficiar a população com o grande espetáculo do confronto de dois dos maiores clubes brasileiros de futebol, se falando em torcida. Na verdade, os capitalistas querem lucrar com o evento, ignorando quaisquer riscos de contaminação da população. Apesar de ser um dos países mais avançados na vacinação contra a COVID-19, o Uruguai registra alta em mortes. O caso ocorre porque a vacinação avançada foi utilizada como propaganda de superação da pandemia no país, quando na verdade o que ocorreu foi um completo abandono da população, deixando de lado os devidos cuidados. A vacina foi tomada como a “salvação” pela direita que se diz científica, que na verdade queria fazer com que os trabalhadores voltassem a trabalhar à todo custo.

A Conmebol, atuando por pressão dos capitalistas, estabeleceu que o preço do ingresso para o jogo custa US$ 250 (cerca de R$ 1,36 mil na cotação atual). Isso significa que o ingresso do jogo custa mais de um salário mínimo no Brasil. Com isso, os capitalistas atacam o futebol brasileiro afastando sua torcida, que é formada em sua maioria pela classe trabalhadora.

O absurdo começa quando duas equipes brasileiras vão protagonizar um dos maiores espetáculos do futebol mundial na final da Libertadores e o jogo não é no Brasil. Ainda por cima afastará a classe trabalhadora dos estádios, que é quem grita, quem torce e empurra os times em campo, protagonizando o espírito do futebol.

Os capitalistas, pensando em encher seus bolsos de dinheiro entregarão o espetáculo na mão dos ricos, forçando os trabalhadores a assistirem seus times em casa, pela televisão, num jogo comprado pelos capitalistas. O que a Conmebol quer junto aos capitalistas é afastar o povo pobre e trabalhador dos estádios, enchendo o estádio de coxinhas que nunca souberam o que é futebol. 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.