Aqui não se fala mal do futebol brasileiro

Fora da Globo

Alvo de ataques dos capitalistas, estaduais têm grande audiência

Capitalistas do futebol querem acabar com os campeonatos estaduais, mas torcedores estão dando muita audiência aos canais que estão transmitindo os jogos

Chay. Portiguesa x Botafogo pelo Campeonato Carioca no Estadio Luso Brasileiro. 27 de Fevereiro de 2022, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Vitor Silva/Botafogo. 
Imagem protegida pela Lei do Direito Autoral Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Sendo proibido qualquer uso comercial, remunerado e manipulacao/alteracao da obra.

Masculino “Brasileirão 2020” entre, S.C. Corinthians Paulista x Fortaleza E.C., realizado na Arena Corinthians em São Paulo, SP – Foto: Reprodução

Existe uma campanha contra os campeonatos estudais cujo objetivo é padronizar o futebol brasileiro de acordo com o calendário europeu. Isso significa atacar uma tradição do futebol brasileiro que são os estaduais, já que diferente dos europeus, o Brasil é um pais gigante.

O fim dos estaduais será um duro ataque aos clubes menores, que são a esmagadora maioria dos clubes no Brasil. A campanha contra os estaduais fez até com que a Globo não entrasse com peso na transmissão, mas ela está perdendo, pois nos canais que estão transmitindo os jogos, há muita audiência.

Os campeonatos estaduais estão alcançando bons números na audiência e elevando as médias das TVs adversárias da Globo  – que adotou a estratégia de não ‘fazer loucuras pelos torneio’ – em capitais de alguns estados, entre eles Rio de Janeiro, Ceará e Bahia. Os dados foram informados pelo portal ‘Notícias da TV’.

Segundo o portal, o torneio que mais incomoda a Globo é o Campeonato Carioca. Durante um Flamengo x Resende, que terminou empatado, a Record liderou em sete capitais (Brasília, Goiânia, Belém, Vitória, Manaus, Salvador e o próprio Rio) deixando a Globo na segunda colocação.

“É a confirmação do alcance nacional e da força do Campeonato Carioca. Não é à toa o slogan de mais visto do Brasil. São quatro grandes clubes e outros de muita tradição, capazes de despertar interesse pelo país”, disse Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro.

Em Fortaleza, no Ceará, a TV Jangadeiro, afiliada do SBT, tem alcançado a liderança em jogos de Ceará e Fortaleza. Pela semifinal do torneio, o Tricolor ajudou a emissora a marcar 16 pontos, com 21 de pico, contra 8,4 da Globo.

Na TVE, da Bahia, emissora do governo que costuma marcar média de apenas 0,5 pontos durante todo o dia, alcançou 11 pontos com um Bahia x Vitória, alcançando a segunda colocação. Já a Copa do Nordeste, mostrada pelo SBT, costuma alcançar a liderança nos estados de Pernambuco, Ceará e Bahia.

A Globo perdeu alguns direitos de transmissões nos últimos anos e assinou com um número bem menor do que o habitual.  No eixo Rio-SP, os estaduais migraram para a Record na TV aberta e se fragmentaram na TV fechada entre streamings criados como o Paulistão Play e o Cariocão Play ou canais de Youtube e de influencers na Twitch.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.