Menu da Rede

teatro municipal de são paulo 460468993

Escolha de OS para gerir Theatro Municipal pode ter sido ilegal

  • Capa
  • Uzwela
  • PSDB escolhe mulher negra para fazer demagogia na Cultura

Identitarismo interesseiro

PSDB escolhe mulher negra para fazer demagogia na Cultura

Doria usa o identitarismo para promoção do seu governo em SP e nas eleições para presidente em 2022

Mulher e Negra – Andréa Sousa, coordenadora do Centro Cultural Santo Amaro – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Coordenadora do Centro Cultural de Santo Amaro, Andréa Sousa será a nova secretária-adjunta da Secretaria Municipal de Cultura de SP. Sendo mulher e negra, expõe escancaradamente a política de apostar muito no uso do identitarismo para conquistar eleitores visando as eleições de 2022. Embora tenha sido nomeada pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB), a escolha faz parte da política levada por João Doria (PSDB) no Estado.
Na medida em que investe pesado nesta política, Doria lança o maior programa de segurança pública LGBT. No entanto, já em 2017, a gestão Doria cortou recursos do programa Transcidadania destinados ao atendimento das pessoas trans, fato denunciado por ativistas na ocasião. Em 2019, Doria mandou recolher apostilas com uma página com conteúdo sobre diversidade sexual o que deixa claro a mudança de postura e de política frente ao assunto com interesse eleitoreiro.
Doria busca o poder e a defesa dos seus interesses. Está usando o identitarismo para se eleger, está usando a máquina pública para criar uma imagem que não existe e não pode-se ignorar que Doria sempre defendeu os brancos.
E o que dizer do projeto de João Doria, Cidade Linda ?”Na manhã dessa sexta-feira, 6, os moradores do viaduto da Praça 14 Bis, na avenida 9 de Julho, em São Paulo, acordaram com agentes da subprefeitura da Sé colocando em prática o plano higienista de Doria, como noticiado pela manhã. Mas, para além da pobreza sendo varrida do centro e empurrada para as margens da cidade, precisamos falar de quem pega nas vassouras. O guarda? É negro. A assistente social? É negra. O operador das máquinas? Negro também. E quem recolhe as madeiras? Negro. Quem são expulsos dos barracos? Negros. O único branco na história é quem fez o projeto: João Doria.”
Da mesma forma, Doria defende a polícia que mata negros, onde SP registra 25% de mortes a mais entre negros, além do abandono social dos grupos inseridos nos “identitarismo”.
O fato é que todos os grupos inseridos no termo identitarismo estão à margem das políticas sociais, são vítimas de doenças, de violências, são vítimas do abandono do governador de São Paulo, João Doria.
Não é o identitarismo uma política de universalidade. Ao contrário, é restritiva e fantasiosa e, neste momento, está servindo para que verdadeiros golpistas profissionais, como Doria, se promovam eleitoralmente.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.