Menu da Rede

Corte criminoso no INSS ameaça pedidos de aposentadoria

  • Capa
  • Uzwela
  • Neoliberalismo: Cinemateca não é um caso isolado

Destruidores da cultura

Neoliberalismo: Cinemateca não é um caso isolado

O incêndio da Cinemateca é mais um dos diversos desastres que assolam Museus e monumentos históricos ao redor do mundo, graças à ação destrutiva da burguesia mundial

Galpão da Cinemateca em chamas, no bairro da Vila Leopoldina – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Nesta última quinta-feira (29), o galpão com o acervo da Cinemateca Brasileira, localizado na Vila Leopoldina foi reduzido a cinzas, graças a um incêndio ocasionado pela alta combustividade do material dos filmes ali armazenados, evidenciando o gigantesco descaso do governo federal com essa instituição, que está sob sua gestão. A tragédia foi tão grande que nada do acervo pôde ser resgatado do fogo. Já está claro para todos que foi algo criminoso, tendo em vista que os funcionários da Cinemateca e defensores da preservação do cinema nacional alertavam para o risco de incêndio há muito tempo. A Cinemateca se encontrava totalmente abandonada pelo governo, sem nenhum funcionário trabalhando no galpão.

A reação do governo ao incêndio foi condizente com a sua linha política. Depois de tudo estar perdido, a secretaria especial de cultura do governo Bolsonaro publicou um edital para selecionar uma entidade privada para futuramente gerir as atividades do órgão. Anteriormente, já havia estava nas mãos da Instituição Roquete Pinto, que rompeu o contrato e largou a Cinemateca às moscas. Provando que a privatização desses órgãos não serve de nada.

Artigos Relacionados

No entanto, a Cinemateca não foi a primeira e nem será a última vítima da política neoliberal, que dia após dia, bota abaixo a economia e a cultura nacional, numa implacável ação destrutiva, e que está longe de poder ser considerada acidental.

Em 2018, sob a gestão do golpista Michel Temer, veio abaixo o Museu Nacional no Rio de Janeiro. O Museu possuía um acervo de mais de 2 milhões de ítens, que demarcavam cerca de 200 anos de história. O incêndio veio após avisos ao longo de anos deu que havia um problema na segurança do Museu contra o fogo. Praticamente todo o acervo do Museu Nacional foi perdido.

Também é importante deixar claro que não são apenas as gestões de Bolsonaro e Temer que permitem que o fogo consuma as instituições históricas pelas quais são responsáveis. Em 2015, o Museu da Língua Portuguesa, administrado pelo governo do estado de São Paulo e localizado na capital paulista, também sofreu com um incêndio que o deixou de portas fechadas por seis anos. Sua reinauguração ocorreu, coincidentemente, neste sábado (31).

A Catedral de Notre Dame, localizada em Paris, capital da França, um dos principais países imperialistas do mundo, também sofreu com essa política do neoliberalismo. Em 2019, um dos principais monumentos históricos do mundo sofreu um incêndio violentíssimo, que começou no telhado do edifício e se espalhou posteriormente para o resto da estrutura.

Esses incêndios não são acidentes ou casos isolados, trata-se de uma política da burguesia de conjunto, que está rapinando todas as economias nacionais, em prol de manter seus lucros e ocasionando tragédias como a vista na Cinemateca ao redor do mundo todo.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.