Menu da Rede

IPCA: alimentos, gás e aluguel ficam mais caros

  • Capa
  • Uzwela
  • MPF é mais bolsonarista que Mário Frias

Medida antidemocrática

MPF é mais bolsonarista que Mário Frias

MPF promove uma medida mais bolsonarista que o próprio bolsonarismo: quer restringir os direitos democráticos de todo cidadão

MPF dá a Mário Frias o que ele quer – Roberto Castro/Mtur

Receba o DCO no Email

O Ministério Público Federal acaba de cometer mais um ato antidemocrático. Agora, o órgão pede o fim do veto ao passaporte da vacina imposto pela Secretaria Especial de Cultura, comandada pelo bolsonarista Mário Frias. 

O texto da portaria lançada pela Secretaria prevê multa e até mesmo reprovação de projetos culturais financiados pela Lei Rouanet que exigem passaporte de vacina do público. Tal medida é contraditória, já que, alegando defender as liberdades democráticas de cada indivíduo, a Secretaria, na verdade, está enxugando o repasse de dinheiro a projetos culturais. Ou seja, tal discussão serve somente para que a burguesia cometa atrocidades em relação à promoção cultural no Brasil.

Artigos Relacionados

Contudo, o ato do MPF não é mais democrático que o de Mário Frias. Pelo contrário, escancara raízes mais profundas da extrema direita nos órgãos de justiça brasileiro. Com essa medida, abre-se o precedente de excluir e segregar o acesso à cultura no país. Isso não pode ser visto como uma política democrática.

Além disso, essa decisão pode acarretar o completo enxugamento do orçamento para a promoção cultural e fechamento de espaços, já que instaura um clima de incerteza.

Deve-se ressaltar, além do mais, que a decisão não é da alçada do MPF ou de qualquer juiz. Eles não têm autoridade sobre qualquer decisão do executivo. Contudo, gostam de aparecer com medidas que não mudam de nenhum modo a realidade da população e, quando o fazem, geralmente é por meio de medidas que pioram o quadro geral. Fingem combater o bolsonarismo, mas deixam passar atrocidades maiores e encrencam em situações que, na verdade, municiam o discurso da extrema-direita, vide o ataque comandado por fascistas que ocorreu ao CGIL, principal sindicato da Itália.

A obrigação da vacina não é do cidadão, mas do Estado. O Brasil é um dos países que melhor tem tido aceitação da vacina por parte da população, acontece que a política de imunização mal formulada, com pouco esclarecimento à população e falta de vacinas, prejudica o processo. A burguesia lança no colo da população, de antemão, a culpa por qualquer fracasso em relação à imunização. 

Porém, o que ocorre é justamente o contrário. A população é quem tem salvado o governo e a burguesia, garantido o sucesso do plano de imunização. Isso ocorre devido à cultura vacinal do brasileiro, que tem o SUS como principal ente. O mesmo SUS que a burguesia sonha em acabar e tem propaganda negativa nos principais conglomerados de comunicação (Globo, Estadão, Veja, Folha, etc), que detêm o monopólio da informação e são porta-vozes da burguesia.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.