Olimpíadas de Tóquio

Rebeca Andrade: primeira ginasta a receber ouro olímpico é negra

A vitória de Rebeca representa a vitória da população pobre e negra brasileira sofre todos os dias com a falta de recursos públicos e apoio para realizar os treinamentos.

rebeca_andrade_toquio_ginastica

Mesmo com as dificuldades impostas pela dominação imperialista, os atletas brasileiros supreendem nas Olimpíadas – Reprodução

Redação do DCO

Mesmo com todas as dificuldades, o Brasil é capaz de surpreender as maiores potencias nas Olimpíadas. Neste domingo, 1, a ginasta Rebeca Andrade ganhou o ouro nas Olimpíadas de Tóquio, no salto sobre o cavalo. Com essa conquista, a atleta se torna a primeira ginasta brasileira a conquistar o mais alto degrau do pódio.

Ao som de “Baile na favela”, também usado na conquista da medalha de prata, a atleta procurou levar para a competição um pouco da realidade da população pobre e negra das periferias. Rebeca já havia conquistado a prata na quinta-feira, no individual geral. Esse resultado, porém, serviu de alavanca para que a atleta se sentisse ainda mais confiante perante as outras delegações. Com dois saltos e notas 15.00 e 15.60, sua média foi de 15.083, a maior média. Vale destacar que Rebeca foi a única a atingir os 15.000 pontos, deixando a atleta estadunidense Mykayla Skyner com seus 14.916 de média em 2ª lugar. O bronze foi para a sul-coreana Seojeong Yeo com 14.733 de pontuação.

A ginasta brasileira já havia conquistado sua importância a nível mundial. Já havíamos conquistado uma medalha de prata em mundiais com Daniele Hypolito, no solo de 2001. Dois anos depois, Daiane dos Santos viria a ser a primeira campeã mundial, em 2003. Só nos faltava a medalha olímpica, e essa medalha foi a de ouro com Rebeca Andrade, a primeira medalhista olímpica. De quebra, a atleta conquistou mais uma medalha de prata – dando um verdadeiro show em Tóquio.

É bom destacar que a atleta não considerou seu salto muito bom; imaginemos a atleta atingindo o seu melhor. “Estou muito feliz. Trabalhei bastante todo esse tempo. Eu não sei nem o que dizer. Não foram meus melhores saltos. Tanto que eu saí falando assim: “Aí, não foi muito bom”. Só que isso é ginástica, né? Isso acontece. Isso é do esporte. Tirei nota o suficiente para tirar o primeiro lugar. Caraca, eu estou muito feliz”, disse Rebeca.

As adversárias que se cuidem, Rebeca ainda disputará a final no solo nesta segunda-feira, 2, às 6 horas (horário de Brasília). Embora já tenha entrado para a história, a atleta ainda pode conquistar mais uma medalha para o Brasil. A vitória de Rebeca, sem dúvida, representa a vitória da população pobre e negra do país, que sofre todos os dias com a falta de recursos e dificuldades para levar adiante os treinamentos, no caso dos atletas. Desbancar um país imperialista com uma estrutura gigantesca é para poucos, Rebeca representa a garra da população pobre e negra brasileira.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.