Demagogia liberal

Mais uma farsa dos identitários: a Expo da Consciência Negra

Fazer a população crer que São Paulo, governada pela camarilha PSDB/MDB, é o farol de algum direito democrático só poderia ser obra do identitarismo, arma ideológica da direita

Trata-se de mais uma farsa gigantesca, uma peça de propaganda liberal bem patrocinada e que não apresenta de forma alguma uma mínima vitória política para a população negra da maior cidade da América Latina. – Foto: Reprodução.

Redação do DCO

Mais uma farsa dos identiários quase passou batida. A chamada Exposição Internacional da Consciência Negra foi realizada entre 20 a 22 de novembro de 2021 pela Secretaria Municipal de Relações Internacionais, da Prefeitura de São Paulo.

Diante da pasta está ninguém menos que a ex-prefeita Marta Suplicy, atualmente no MDB. A ex-petista coordena o programa super demagógico “São Paulo, Farol de Combate ao Racismo Estrutural”. A iniciativa de Marta foi saudada efusivamente pela insuspeita Revista Veja, outro farol do combate ao racismo no país.

Fazer a população acreditar que São Paulo, governada pela camarilha PSDB/MDB, é o farol de algum direito democrático só poderia ser obra do identitarismo que não passa de uma arma ideológica da direita.

“A premissa do currículo da cidade de São Paulo, que é pautado na equidade, na educação inclusiva e na educação integral, é que a educação antirracista ela esteja presente em todos os meses e em todas as vivências pedagógicas”, afirmou Jussara Santos, coordenadora do Núcleo de Educação Étnico-Racial em vídeo divulgado pela prefeitura.

A prefeitura de São Paulo, administrada por golpistas de marca maior, e que ataca moradores de rua através de da Guarda Civil Metropolitana (GCM), destrói casas com gente dentro, distribui ração (a famosa farinata do Dória) para crianças em fase de crescimento; de repente virou o “farol” da liberdade e da igualdade racial.

Trata-se de mais uma farsa gigantesca, uma peça de propaganda liberal bem patrocinada e que não apresenta de forma alguma uma mínima vitória política para a população negra da maior cidade da América Latina.

A imprensa capitalista passou a divulgar uma “pesquisa” feita junto aos frequentadores do evento. Nela foi revelado que para 42% dos entrevistados as “políticas públicas” (?) voltadas para a população negra na capital melhoraram desde 2018. Para outros 40,7% não houve mudança alguma, e apenas uma minoria de 16,7% teria compreendido que a vida da população negra de São Paulo piorou.

A pesquisa, que por si mesma já é suspeita, nos faz questionar de onde exatamente vem este público. É difícil imaginar que desde o Golpe de Estado em 2016 e a eleição fraudulenta de Bolsonaro para a presidência em 2018, a vida do povo negro em São Paulo tenha melhorado. O cotidiano mostra isso de forma clara.

O evento da golpista Marta Suplicy, é, portanto apenas mais uma ilusão para a esquerda pequeno burguesa, que abraça acriticamente a política identitária, que alimenta uma verdadeira obsessão pelas “posições de poder” das quais foram alijados e fazem disso a sua grande reivindicação. Querem conquistar essas posições no interior do sistema de exclusão que é o capitalismo, numa espécie de revanche, mas não questionam o sistema em si. Tal política fica a cada dia mais claro, não se trata de um posicionamento de esquerda.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.