Abaixo a censura ao PCO, ao 247 e pela liberdade de expressão!

Farsa

ONU faz demagogia com as mulheres para atacar a Rússia

Como de costume, imperialismo utiliza a luta das mulheres para fazer demagogia contra a Rússia, acusando seus soldados de estupro sem qualquer tipo de prova

Imperialismo lança uma dura campanha de calúnias contra a Rússia e seu exército – Foto: Reprodução

Na última segunda-feria (11), Sima Bahous, diretora executiva da ONU Mulheres, levantou a necessidade de se investigar relatos de estupro e tráfico humano nas fronteiras da Ucrânia devido à operação russa no país. Trata-se de mais uma tentativa do imperialismo de caluniar a Rússia.

O órgão em questão faz parte da Organização das Nações Unidas e, pretensamente, existe para promover e defender a igualdade de gênero e o “empoderamento” feminino, seja lá o que isso signifique.

Artigos Relacionados

“A combinação de deslocamento em massa com a grande presença de recrutas e mercenários e a brutalidade exibida contra civis ucranianos levantou todas as bandeiras vermelhas”, disse Bahous, sem apresentar qualquer tipo de prova.

Ainda de acordo com a entidade, há um risco aumentado de tráfico de pessoas nas fronteiras, principalmente de jovens mulheres. No mais, não há nada concreto, apenas um risco, sem qualquer evidência clara, o que já é suficiente para servir de calúnia contra a Rússia.

Para completar, Bahous levantou a necessidade de uma resposta humanitária sensível ao gênero, mais uma típica demagogia do imperialismo. 

Essa sensibilidade toda da ONU passa despercebida e é capaz de comover os mais desatentos, mas é importante esclarecer que se trata de uma campanha publicitária contra as ações do governo Putin em confronto contra as forças imperialistas. Afinal, o papel da ONU é garantir os interesses do capitalismo, mais um aparato que serve aos seus interesses, que oprime os mais diversos povos no mundo todo, subjugando-os à mais completa barbárie sem qualquer apoio humanitário.

As incontáveis provas de abuso, violência sexual e exploração das tropas americanas em guerras como do Iraque e Afeganistão nunca foram levadas adiante por organizações humanitárias, que nada mais são que órgãos do imperialismo que fazem serviços demagógicos em terras arrasadas por eles mesmo. 

A ONU mulheres nunca levantou preocupações em relação às denúncias contra o exército dos Estados Unidos sobre sua atuação em casos de pedofilia no Afeganistão, por exemplo. É exatamente por isso que se deve pôr em dúvida qualquer denúncia desse tipo de gente contra os russos no caso da Ucrânia.

Por fim, temos o caso de Julian Assange, jornalista que denunciou os crimes executados pelos Estados Unidos justamente nas guerras do Iraque e Afeganistão e que, por isso, tornou-se um preso político do imperialismo. Dentre dezenas de acusações, uma delas, litigada pelo governo da Suécia, é justamente a de exploração sexual.

Vemos, então, que existe um modus operandi do imperialismo que utiliza preocupações reais da luta das mulheres para impor a sua política ao redor do mundo. Tudo isso, claro, embelezado pelo verniz do identitarismo. Finalmente, aqueles que ousam duvidar das denúncias imperialistas contra os oprimidos são prontamente “cancelados” como machistas.

Por isso, as denúncias contra a Rússia e o governo Putin levantadas por organismos do imperialismo devem ser, no mínimo, questionadas. Sem provas concretas, qualquer tipo de acusação se torna uma calúnia e, portanto, não deve ser levada à sério.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.