Eclipse

Sinceridade

Zé de Abreu: “DCM publica fake news” e “Kiko é um babaca”

Ator de esquerda e ativista do PT denunciou o jornalismo de esgoto do DCM

Companheiro tem se destacado nas redes sociais por sua defesa de Lula e da esquerda – Foto: Reprodução

O ator e ativista do PT, Zé de Abreu, denunciou, em sua conta no Twitter, na tarde de hoje (13), o jornalismo de esgoto praticado pelo portal DCM.

“DCM publica fake news sem nome, data, local”, afirmou, e, em outro post, completou: “esqueçam o DCM. Fake blog.” Ele ainda retuitou um comentário de um seguidor que destacou: “esse DCM virou de cabeça pra baixo. Nem sigo mais.” e outro que enfatizou: “DCM é um morto vivo.”

Também respondeu a um comentário que dizia que Leandro Fortes, jornalista do portal, “é maior que o DCM”. “Muito”, disse o ator.

O militante petista publicou, ademais, um comentário contra o editor do portal, o pseudojornalista Kiko Nogueira. “Kiko é um babaca”, disse.

O motivo dos comentários foi mais uma “notícia” do DCM, que dizia: “Bolsonaro escolhe Regina Duarte para enfrentar Zé de Abreu no Rio: ‘Tem mais votos'”. Em resposta, o ator de esquerda disparou: “fake news, DCM virou merda.”

O DCM sempre foi um dos portais mais sensacionalistas e direitistas da esquerda brasileira, publicando diariamente matérias dos jornais O Globo, Estadão e Folha, dentre outros. Além disso, suas notícias são sempre o que se chama de “caça clique”, devido ao seu conteúdo altamente sensacionalista.

Entretanto, a gota d’água para muitos leitores de esquerda foram dois episódios recentes. O primeiro, a expulsão do presidente do PCO, Rui Costa Pimenta, de seu quadro de convidados fixos, sob o pretexto de “ameaça de morte” contra Kiko Nogueira. Uma grande fake news, baseada em um comentário do militante petista André Constantine, que nada tinha de ameaça de morte.

O segundo, a “notícia” da morte do dono do perfil de Twitter Coronel Siqueira, desmentida por este, porém, mesmo assim, tornada um escândalo pelo DCM.

Muitas denúncias têm sido feitas de que o DCM assumiu tais posturas após as revelações bombásticas do Diário Causa Operária sobre as relações entre Guilherme Boulos (PSOL) ─ de quem Kiko Nogueira e o DCM saíram em defesa histérica ─ e empresários e organizações golpistas e imperialistas.

Após as revelações do DCO, Zé de Abreu também já havia se pronunciado, cobrando do PSOL explicações sobre o caso.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.