Obituário de Olavo de Carvalho, por Rui Costa Pimenta

Partido da Imprensa Golpista

“Fake news” sobre Alckmin prova: maior inimigo da imprensa é Lula

O Partido da Imprensa Golpista é peça fundamental da burguesia para dividir a esquerda e oprimir a classe trabalhadora.

Alckmin e Lula – Divulgação

A grande imprensa, PIG, ‘porco’ em inglês; ou Partido da Imprensa Golpista, conforme o termo cunhado pelo jornalista Paulo Henrique Amorim (1943-2019), é efetivamente um partido, age como tal, e não se incomoda de fazer o trabalho sujo. A burguesia tem inúmeros instrumentos para atacar a esquerda, e para isso a imprensa é uma peça fundamental.

Quando querem eleger um candidato, os grandes meios de comunicação criam, por exemplo, da noite para o dia um Caçador de Marajás encarnado na pessoa de um Fernando Collor de Mello, ele próprio marajá da oligarquia alagoana, repaginado e vendido como um ‘salvador da Pátria’. Por outro lado, quando querem derrubar, dar golpe, perseguem, martelam diariamente mentiras, manipulam dados econômicos para criar um clima político hostil. Do ex-presidente Lula, por exemplo, chegaram a dizer que este tinha tentado abusar sexualmente de um companheiro de cela no ano de 1980, quando esteve preso no DOPS, em São Paulo.

A burguesia, por meio da imprensa, tenta controlar a esquerda de diversas maneiras: coopta personagens como Guilherme Boulos, para ser colunista em seus jornais. Dão visibilidade e prestígio para Jones Manuéis etc. Recentemente, como parte da campanha para as eleições presidenciais de 2022, agiu para gerar confusão e esvaziar as manifestações do Movimento Fora Bolsonaro com elementos infiltrados e centristas do Movimento. Procurou abertamente promover a Frente Ampla e com isso tentou inserir candidatos seus dentro dos atos da esquerda. Promoveu o ‘verde-amarelo’ em detrimento do vermelho nos atos de rua. Atuou em diversas frentes.

O vice de Lula
Vira e mexe, o PIG solta notícias falsas, fake news contra o PT, que é o maior partido da esquerda. De jantares secretos com Ciro Gomes a flertes com a bilionária Luiza Trajano, a última novidade seria um possível acordo para colocar Geraldo Alckmin como vice na chapa de Lula.

Essa manobra tem dupla função: tirar votos de Lula desagregando a militância de base que identifica, corretamente, a figura de Alckmin com o neoliberalismo, por um lado; e, por outro, faz com que setores direitistas do PT pressionem Lula para que considere a hipótese e assim tentam empurrá-lo mais para direita.

Alckmin é o vice dos sonhos. Foi o candidato (trucidado) da burguesia nas últimas presidenciais. É golpista, cristão, pai de família, fala baixo, sorri sempre, tem nível superior e, o principal, faz tudo o que o grande capital pede, como é próprio de seu partido, o PSDB.

Geraldo Alckmin é odiado pela esquerda e pela população em geral, as urnas o demonstraram, ficou em quarto lugar na corrida presidencial com pífios 5% de votos em 2018. As manifestações de 2013 foram dirigidas contra ele até a direita manobrar, com auxílio da imprensa, e jogar a população contra o governo Dilma e preparar o golpe de Estado.

Isso que estamos vendo é como a direita age. Inventa matérias e as publica sem qualquer tipo de verificação, conspira, contra a vontade popular. Tenta a todo custo fazer valer os interesses do imperialismo

Nesses momentos se faz notar a importância gigantesca de uma imprensa de esquerda, classista e revolucionária. É ela que consegue esclarecer os fatos e desmascarar o jogo sujo que a burguesia promove para atingir seus objetivos. A imprensa revolucionária cumpre seu papel de vanguarda na preparação da militância, fortalecendo e dando coesão para os trabalhadores na luta contra seus inimigos de classe.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.