Rui C. Pimenta: “Brizola era um político do nacionalismo burguês”

Ataques ao PT

Alckmin vice de Lula, uma enorme “fake news” de todo o PIG

A Folha de S.Paulo e a Jovem Pan têm divulgado mentiras e fofocas sobre uma suposta negociação para formação de uma chapa Lula-Alckmin.

Imprensa golpista ataca a candidatura de Lula e as bases petistas enquanto apoia a candidatura da terceira via – Foto: Reprodução

Nos últimos dias, a imprensa golpista tem colocado sobre a mesa a hipótese da formação de uma chapa Lula e Alckmin (PT-PSDB) para as eleições presidenciais de 2022. A colunista da Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo, é que apontou as supostas negociações do PT e PSB em torno da formação desta chapa.

Bergamo é colunista de um dos principais jornais golpistas do Brasil, que na atualidade tenta se apresentar como “democrático”. Além disso, ela é muito bajulada pela esquerda pequeno-burguesa por publicar matérias a respeito de Guilherme Boulos (PSOL). Há poucos dias, a colunista social de Boulos escreveu uma coluna rasgando elogias a Natália Szermeta, esposa de Boulos, que acaba de assumir a presidência da Fundação Lauro Campos-Marielle Franco, do PSOL. 

A Jovem Pan deu corda à “fake news” plantada por Mônica Bergamo, na figura de Thaís Oyama. A imprensa direitista adorou a ideia inventada da formação de uma chapa do PT com o PSDB, isto é, uma chapa com representantes do povo, do maior partido e esquerda do País, e do imperialismo. Seria um exemplo do pior tipo de conciliação de classes, no caso com os representantes dos bancos e grandes capitalistas internacionais. Em outras palavras, do imperialismo.

No entanto, não há nenhuma declaração do ex-presidente Lula que indique a existência de negociações com o objetivo de formar uma chapa com os tucanos. A imprensa divulga fofocas das quais não se sabe as fontes. Em matéria do portal UOL, publicada em 5 de novembro, é dito que “nos planos de Lula, já transmitidos a Kassab, se Alckmin topar ser vice, ele e o PT apoiariam uma eventual candidatura de Rodrigo Pacheco ao governo de Minas (…) Se vier a ser derrotado, Lula se comprometeria a dar suporte a uma reeleição de Pacheco para comandar o Senado”. 

Em reportagem publicada no portal da UOL, no dia 5 de novembro, Thaís Oyama atribui a Lula a caracterização de Alckmin como o “único tucano que gosta de pobre”. Sobre a resistência da base do PT, diz Oyama que Lula teria dito “a amigos”, porém sem dizer quais são esses amigos e quais são essas as fontes, que “eles, os radicais, podem fazer duzentos manifestos contra”. A preocupação de Lula, conforme Oyama, seria “zero” em relação a isso. 

A imprensa golpista tem todo interesse em divulgar fofocas e mentiras sobre a candidatura de Lula. O objetivo é claramente político.Trata-se de atacar as bases do PT, gerando confusões e tensões entre os militantes petistas. 

As mentiras  sobre as supostas negociações em andamento pela formação da chapa Lula/Alckmin mostram o que está por vir. A imprensa capitalista está envolvida no impulsionamento e apoio da candidatura da terceira via, possivelmente um político neoliberal do PSDB, João Doria ou Eduardo Leite. A burguesia não aceita a candidatura de Lula e declarou guerra à possibilidade de Lula, que está em primeiro colocado em todas as pesquisas eleitorais, de se tornar presidente da República novamente.

Conforme o processo eleitoral se aproxima, a divulgação de mentiras e fofocas se tornará mais frequente. Acima de tudo, o interesse político da Folha e da Jovem Pan ─ e de toda a imprensa golpista que espalhou essa grande “fake news” ─ é atacar as bases do PT, composta por trabalhadores, sindicalistas e membros do movimento popular.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.