Menu da Rede

fim da pm

Fim da PM, formação de milícias populares armadas!

Voltar às Aulas NÃO!

O silêncio das organizações estudantis diante da volta às aulas

Organizações Estudantis abandonam os estudantes enquanto a política genocida do PSDB é imposta aos mesmos.

João Dória (PSDB), governador do Estado de São Paulo. – Foto: Reprodução.

Receba o DCO no Email

O Governo do Estado de São Paulo, sob o controle de João BolsoDória (PSDB), resolveu por retornar com as aulas presenciais agora, no dia 02 de agosto. Ignorando todos os apelos por parte das entidades que representam a classe dos professores (que temem o aumento de contaminações e mortes por COVID-19 dentre os funcionários e alunos das escolas), Dória liberou as aulas presenciais irrestritamente, ou seja, de forma que as minúsculas salas de aula das escolas estaduais possam voltar a receber todos os seus mais de 60 alunos diariamente. A única restrição imposta pela Secretaria de Saúde do Estado é a de que os Diretores devam garantir o “distanciamento mínimo de 1 (um) metro por aluno”, coisa qual sabemos ser impossível dentro do universo das salas de aula superlotadas da rede pública de ensino.

Neste cenário de risco aos professores e estudantes, da mesma forma que vêm ocorrendo desde o início da pandemia no Brasil, as maiores organizações estudantis do país se permanecem em silêncio sobre a nova medida estadual. Enquanto Dória e os partidos da direita golpista (PSDB, MDB, DEM, PSL, Progressistas, Republicanos, PTB, SD, PL) impõem a volta às aulas presencial, o que transformará os alunos em vetores de expansão do Coronavírus, a UNE e a UBES mantém um silêncio sepulcral sobre o assunto – isso quando não apoiam abertamente o retorno às salas de aula. Neste momento, não há condições para tal medida. Qualquer aluno ou funcionário da rede pública de ensino sabe que não existe qualquer investimento em infraestrutura, seja de reforma ou adaptação das escolas e salas de aula, bem como não houve qualquer medida de vacinação em massa de professores, alunos e familiares para garantir o direito dos mesmos à vida.

Artigos Relacionados

A direção das entidades estudantis, comandada pelo PCdoB (desde 1979, no caso da UNE), coloca os estudantes à reboque da direita e sua política genocida. Nesta seara, por exemplo, vimos no último ato do dia 24, a presidente da UNE Bruna Brelaz, compor o bloco do PSDB com seus pares da União Nacional dos Estudantes. Já na primeira semana ocupando a principal cadeira da UNE, Bruna resolveu se aliar com aqueles que usam o monopólio da força garantido pelo Estado para espancar, cegar, jogar bombas, sprays de pimenta e soltar cachorros contra os trabalhadores e servidores públicos. Como anteriormente expresso em nota publicada pela Aliança da Juventude Revolucionária (AJR), braço jovem do Partido da Causa Operária “Não se mostra plausível, em hipótese ou situação alguma, a união do enforcado com seu carrasco, da mesma forma que não é aceitável a união dos estudantes (ou sua representação política) com o PSDB”. Desta forma, se torna cada dia mais claro a necessidade de reformar a UNE pela base, para que a mesma se torne uma real representação política dos estudantes e capaz de mobilizar as massas em prol de suas reivindicações.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Outros

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.