Última semana para contribuir com a campanha dos comitês de luta

  • Capa
  • AJR
  • Jovens de todo o País discutiram a revolução brasileira

Congresso da AJR

Jovens de todo o País discutiram a revolução brasileira

Nos dias 27, 28 e 29 de maio, jovens de todo o país discutiram a situação atual da juventude e traçaram os rumos da luta política para o próximo período

Os participantes do Congresso da AJR – Foto: DCO

Receba o DCO no Email

Neste fim de semana ocorreu o Segundo Congresso da Aliança da Juventude Revolucionária, a AJR. A atividade contou com jovens delegados de todo o país que vieram para discutir um programa concreto para a atuação da juventude operária e estudante, o setor mais dinâmico da luta social.

Foram três dias de congresso, em que foram discutidos os mais diversos temas, dados informes e feitas intervenções por diversos companheiros das mais diversas partes do Brasil e diversas experiências de vida a serem compartilhadas para enriquecer a realidade da discussão.

Artigos Relacionados

O primeiro dia (27) contou com a formação da mesa do congresso, com companheiros ativos da direção da AJR. Foram apresentados informes de todos os coletivos partidários (coletivo de mulheres, sindical, de negros e de cultura), saudando o congresso e contribuindo para a abertura da atividade através de suas zonas de atuação. Também foram transmitidas saudações de figuras políticas do campo progressista como Leonardo Attuch, Rogerio Anitablian e companheiros de outras organizações como um militante da juventude do PSUV da Venezuela. Após a composição da mesa e da transmissão das saudações, estava aberto o congresso.

Já no segundo dia (28), o companheiro da direção nacional da AJR e membro do comitê central do PCO, João Pimenta, deu um rico e extenso informe político a respeito de questões relacionadas à situação da juventude como caracterizações diferenciando a atual situação da juventude àquela dos tempos das greves operárias que derrubaram a ditadura, a importância da juventude nesse atual cenário de refluxo da classe operária e como a esquerda não aparece à altura dos acontecimentos, dando espaço para o ascenso sistemático da extrema direita. Esse informe foi condensado nos documentos de informe político oferecidos aos credenciados no terceiro dia.

Já no terceiro dia (29), tivemos a abertura das inscrições ao plenário, onde tivemos o levantamento de diversos temas além dos colocados no primeiro dia, com especial destaque às intervenções do companheiro Matheus Vetter, que fez importantes colocações a respeito do tema da juventude operária como a questão das instalações de reabilitação de menores, os presídios e a questão das drogas. O companheiro também compartilhou emocionantes relatos da situação dos jovens e famílias operárias do seu meio. Outros informes de destaque dignos de nota foram: o informe do companheiros João Pimenta, que suscitou uma ampla discussão a respeito dos direitos civis dos jovens, que aos 18 anos já estão aptos a sofrerem a repressão estatal em sua plenitude, mas não tem os plenos direitos diante do estado. E o informe do companheiro Henrique Simonard, que promoveu uma reflexão a respeito da importância de dar o exemplo aos companheiros, pois o jovem tem o potencial de inspirar os companheiros que ainda estão acovardados a se entregarem à luta revolucionária como forma de se viver dignamente em uma mundo apodrecido pelo capitalismo.

A AJR sai fortalecida deste congresso, preparada para colocar em prática as deliberações e fazer a luta da juventude avançar.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.