Dono do Telegram faz acusações contra Apple e Google

  • Capa
  • Jornal Partido
  • Rui C. Pimenta apresentará plano de formação marxista do PCO

Neste sábado, na COTV

Rui C. Pimenta apresentará plano de formação marxista do PCO

Após a Análise Política da Semana, Rui Costa Pimenta irá apresentar em um ato nacional o novo plano de formação política do PCO

Todas atividades imperdíveis que serão explicadas pelo companheiro Rui Costa Pimenta neste sábado, não perca. – Reprodução

Receba o DCO no Email

Neste sábado, logo após a Análise Política da Semana, será transmitida ao vivo na Causa Operária TV um ato de lançamento do mais novo plano de formação política a ser lançado pelo Partido da Causa Operária no próximo período. O ato terá a participação especial de Rui Costa Pimenta, presidente nacional do PCO e coordenador do esforço que o partido tem em expandir a gama de conteúdos teóricos, com cursos e palestras para seus militantes e a classe trabalhadora.

Uma grande iniciativa de formação marxista

Além disso, também participarão do ato de lançamento do plano de formação política militantes do Partido da Causa Operária de todo país, demonstrando a dimensão almejada pelo trabalho de formação para os trabalhadores brasileiros, como também para aqueles que vivem no exterior.

O plano em si que será explorado no evento nacional tem como eixos centrais os projetos da Escola Marxista, Universidade Marxista e novas atividades que o partido lançará ainda neste ano. Quanto à Escola Marxista, importantes mudanças serão anunciadas. A principal delas é o conteúdo a ser tratado na sua quinta edição.

Diferente das edições anteriores onde o tema do curso tinha ligação direta com o conteúdo tratado na Universidade Marxista, desta vez a Escola Marxista terá um claro teor introdutório ao marxismo, seja para aqueles que já têm uma maior compreensão do tema como também para aqueles que terão acesso a esta discussão pela primeira vez. O tema em questão, que já está sendo divulgado na imprensa partidária, trata-se de “O que é o socialismo”, com base no livro de Friedrich Engels, “Do Socialismo Utópico ao Socialismo Científico”. 

Uma nova escola marxista e uma nova universidade

Com isto, será exposta uma explicação didática sobre o tema, mostrando as diferenças para os socialistas utópicos e as características dos estados operários já existentes, como Cuba e União Soviética, desmistificando o significado destas revoluções e seus governos, assim também como introduzindo de maneira mais profunda o público ao que de fato trata-se o socialismo e a revolução proletária. 

Além disso, o evento também tratará da próxima Universidade Marxista, a tão esperada segunda parte do tema a respeito do Stalinismo, agora iniciando após a Segunda Guerra e desenvolvendo a análise marxista a respeito de toda reta final da burocracia stalinista na União Soviética. O curso teve sua primeira parte em janeiro deste ano, batendo um recorde histórico da iniciativa, que reuniu mais de 1.200 pessoas discutindo o tema e a concepção marxista a respeito da União Soviética.

Agora, com a segunda edição do curso, o companheiro Rui Costa Pimenta irá tirar as principais dúvidas a respeito do que de fato levou ao fim da URSS e as perspectivas para a luta revolucionária.

Outro curso a ser tratado, este com grande destaque devido ao momento político, é o curso sobre a história do Brasil. O Partido da Causa Operária vem travando uma forte luta contra os setores identitários da esquerda pequeno-burguesa que sob a propaganda do imperialismo iniciaram uma campanha antinacional, se propondo a fazer tabula rasa da história brasileira.

Iniciou com a queima da estátua do bandeirante Borba Gato em São Paulo, após isso as estátuas de Pero Vaz de Caminha e daquele que ficou reconhecido pela história como o descobridor do Brasil, Pedro Álvares Cabral, também foram vítimas de ataques no Rio de Janeiro.

A história do Brasil com a análise marxista

A campanha ganhou tom eleitoral com João Doria, o governador tucano que ficou conhecido como “BolsoDoria” em 2018, e que agora se coloca como o candidato identitário, defensor das minorias e da substituição de todo o patrimônio histórico brasileiro, começando pelo principal estado do país, São Paulo.

Em resposta a esta destruição da história e da cultura nacional em defesa dos interesses do imperialismo, o PCO está preparando para janeiro de 2021 um grande curso de formação política, aos moldes de como foi a parte 1 do Stalinismo, desenvolvendo uma profunda análise marxista a respeito de toda história nacional, desde a chegada dos portugueses, passando pelo império e pela república.

Junto a esta iniciativa o PCO pretende lançar também um livro sobre o tema, cumprindo o mesmo papel do curso, de explorar pela primeira vez de maneira aprofundada a história brasileira com uma análise marxista sobre os fatos.

A realização destes cursos e de novas atividades será anunciada no evento deste sábado. Detalhes de datas, inscrições e outros conteúdos serão expostos também no ato de lançamento nacional.

Toda esta grande iniciativa consiste no trabalho e no esforço do Partido da Causa Operária em trazer para toda militância e para a classe trabalhadora a discussão marxista sobre os fatos históricos e sobre a luta política nos dias de hoje. A compreensão teórica e o domínio da ciência do marxismo são questões chave para a luta contra o golpe de estado e o governo Bolsonaro, assim como na defesa de um verdadeiro governo dos trabalhadores.

Por isso, tanto a Escola Marxista quanto as universidades de férias serão iniciativas a serem realizadas em grande proporção. A primeira consistirá de cursos de formação em centenas de cidades no país para mais de 4 mil pessoas. No mesmo sentido se coloca a Universidade Marxista deste fim de 2021, como também o curso sobre a história nacional no início do 2022.

Todas atividades imperdíveis que serão explicadas pelo companheiro Rui Costa Pimenta neste sábado, não perca!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.