FUP denuncia administração da Petrobras por casos de Covid

Querem nos parar: não vão conseguir!

Receba o DCO no Email

As manifestações de sábado retrasado (2) foram divisoras de águas no cenário político. A partir de agora será muito mais difícil para a direita insistir em participar das manifestações. Depois das vaias e das hostilidades contra Ciro Gomes por parte dos manifestantes, além da predominância gritante da esquerda no chão, a direita começa a ver a inviabilidade de roubar os atos. Por outro lado, também mostraram até onde vai o compromisso de um setor da esquerda com a direita.

Com o fim da CPI da Covid é bem possível que a direita abandone a propaganda do impeachment e espere chegar mais próximo das eleições para lançar seu candidato. A política de terceira via ficou mais complicada, e lançar um candidato imediatamente, como pretendiam fazer com Doria, pode fazer com que este fique desgastado até as eleições, portanto, é melhor esconder o verdadeiro candidato. De qualquer modo, a direita já se decidiu em abraçar Bolsonaro caso o plano A fracasse.

Nos três estados do sul do país fomos ou estamos sendo expulsos da coordenação do Movimento Fora Bolsonaro. No Rio de Janeiro, negaram ao PCO o direito de falar na manifestação porque está claro que somos a principal organização contra a política de frente ampla e que nossa política, que também é a política dos manifestantes, vai inviabilizar qualquer acordo com a burguesia. Por isso precisam parar e calar o PCO.

Se para o PCdoB, PSOL e até um setor direitista do PT, liderados por Washington Quaquá no Rio de Janeiro, entre outros, é imprescindível anular a presença e a influência do nosso partido nas manifestações, para nós é igualmente importante dar uma resposta à altura.

Dois campos se delimitam: o campo da terceira via, com PSDB, PDT, PSB, PSD, PCdoB e PSOL; do outro lado, PCO, PT, CUT e centenas de outras organizações populares que assinaram o manifesto do bloco vermelho.

O primeiro campo, porém, está em franca desagregação: muitos votos, pouca base. Dia 12 de setembro vimos que toda a direita reunida (com exceção da extrema-direita) não consegue juntar nem mil pessoas em São Paulo e Rio de Janeiro. Tiveram mais de um mês de preparação e toda a propaganda da imprensa burguesa, mesmo assim fracassaram. A esquerda frenteamplista também está se desintegrando. PCdoB e PSOL estão cada vez menores nos atos. Dino e Freixo foram para o PSB. No final de contas, quando a direita pular fora para apoiar a candidatura de Bolsonaro, estes partidos estarão sozinhos.

Depois do dia 2 de outubro, ficou claro que se queremos continuar com as manifestações e que o movimento cresça, precisamos passar por cima da atual coordenação e liderar o movimento com aqueles que realmente estão comprometidos com a luta contra a direita. Querem calar nosso partido porque acham que o repúdio à política direitista é exclusividade nossa. Estão errados. Conosco está toda a parte militantes, atuante — a que realmente importa — das manifestações. Por isso nós crescemos e eles diminuíram. A cada ataque que fizerem contra nós, devolveremos dobrado.

Está na hora de disputar nas ruas o movimento, pois, assim que a direita pular fora, é muito provável que as viúvas da direita tentem acabar com o movimento que não servirá mais como moeda de troca. Por isso, o PCO chama a todos a participarem da Conferência Nacional Aberta do Bloco Vermelho. Organizemos pela base o movimento fora Bolsonaro!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.