enem 1 (1)

Principais vestibulares têm grande queda de inscrições

Escola Marxista

PCO segue com cursos municipais de formação política

Mais de 60 cidades discutirão a política contrarrevolucionária da burocracia soviética

Edição da Universidade de Férias do PCO – Foto: Diário Causa Operária

Receba o DCO no Email

Depois do sucesso absoluto da 46ª Universidade de Férias, o maior curso de formação marxista do último período, o Partido da Causa Operária se lança em mais uma tarefa de grande envergadura: a realização dos cursos municipais da Escola Marxista.

Rui Costa Pimenta na 46ª Universidade Marxista. Foto: Diário Causa Operária

Assim como na última edição da Marxista, o tema da Escola Marxista será a análise marxista sobre o fenômeno do stalinismo.

Josef Stálin. Foto: Reprodução

A 46ª Universidade Marxista foi a primeira tentativa do PCO de organizar um curso de formação marxista de grande porte à distância. Embora o motivo inicial para tal decisão tenha sido a pandemia de coronavírus, que segue totalmente fora de controle por causa da política genocida do governo federal e do conjunto das autoridades públicas, a iniciativa acabou servindo para que o PCO avançasse de maneira significativa na formação política ofertada a seus militantes e simpatizantes. Junto com o importante curso ministrado pelo companheiro Rui Costa Pimenta, assistido por mais de mil pessoas, a Universidade Marxista ganhou um portal com uma enciclopédia que pretende ser a maior no Brasil sobre o estudo do marxismo, bem como uma biblioteca repleta de obras raras e fundamentais.

Portal da Universidade Marxista. Foto: Reprodução

O tema do curso também permitiu não apenas que o Partido alcançasse um feito importante em aspectos organizativos, como também cumpriu um papel político muito importante. Tendo como tema “O que foi o stalinismo”, a Universidade Marxista permitiu, em 16 exposições, demonstrar todo o conteúdo contrarrevolucionário e revisionista da política levada pela burocracia soviética. Em um momento em que a burguesia procura levantar o cadáver mal-cheiroso do stalinismo para dar uma aparência pseudorrevolucionária à política de frente popular, o curso serve como uma arma de todo o movimento operário contra os traidores que procuram se infiltram em suas fileiras.

Domenico Losurdo, um dos farsantes impulsionados pela burguesia para ressuscitar o stalinismo. Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Escola Marxista trará uma versão resumida do conteúdo do curso. Em vez de dois meses de discussão, a Escola Marxista contará somente com exposições de três horas. Seu objetivo é aprofundar a discussão com os companheiros que assistiram à Universidade Marxista e, ao mesmo tempo, levar para todas as regiões do País, a luta política contra o stalinismo. Com esse formato mais reduzido, a Escola Marxista será realizada em nada menos que 60 cidades brasileiras!

O projeto da Escola Marxista é não só mais uma vitória importante para o Partido da Causa Operária, mas uma necessidade de todos aqueles que lutam contra o golpe de Estado e a ofensiva do imperialismo na América Latina. Tendo como meta de mobilizar mais de dois mil companheiros, a Escola Marxista é mais uma oportunidade para varrer do movimento operário e da esquerda de conjunto a política da “frente ampla”, impulsionada pela burguesia para impedir que Lula seja candidato e que os trabalhadores se organizem em torno de seus objetivos.

A bibliografia básica do curso, por sua vez, vem daquele que se tornou a maior autoridade no assunto do stalinismo e uma das figuras mais importantes da história do movimento operário mundial: Leon Trótski. O livro “Stalinismo e bolchevismo”, escrito pelo revolucionário soviético em 1937, servirá de base para esta edição da Escola Marxista. O Partido da Causa Operária, como parte de seu projeto para expandir e difundir o estudo do marxismo, traduziu o livro, de modo a facilitar ainda mais o acesso aos participantes do curso.

Leon Trótski. Foto: Reprodução

Tanto para participar do curso como para adquirir o livro, os interessados podem ir diretamente ao sítio da Escola Marxista. Outros materiais, como o kit da 46ª Universidade de Férias, podem ser encontrados também na Loja do PCO.  A inscrição para a Escola Marxista custa o valor simbólico de R$10, enquanto o livro “Stalinismo e bolchevismo” se encontra no preço promocional de R$25. E mais: quem adquirir o livro na loja do PCO ainda terá direito a assistir gratuitamente à Escola Marxista!

Essa é uma oportunidade imperdível para aprofundar o estudo do marxismo, tirar suas dúvidas com os quadros dirigentes do Partido da Causa Operária e se armar contra o stalinismo. Não perca!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.