Os cinco dias que abalaram Cuba, e as lições ganhas para sempre

  • Capa
  • Jornal Partido
  • Não perca a última aula do curso “O que foi o stalinismo?”

Hoje

Não perca a última aula do curso “O que foi o stalinismo?”

16ª e última aula do curso de formação marxista mais importante do mundo acontece às 19hrs!

O que foi o Stalinismo – Diário Causa Operária

Receba o DCO no Email

Será transmitida nesta terça-feira (16) a última aula do curso “O que foi o Stalinismo?”. As aulas fazem parte da 46ª Universidade de Férias do Partido da Causa Operária (PCO) e da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR). Trata-se do maior curso de formação marxista do mundo, contando com mais de 1200 inscritos e que tem se destacado pela ótima qualidade do conteúdo. A Universidade de Férias e AJR tem como intuito maior agir em prol da educação marxista de todos os militantes do PCO, da luta política da classe operária e da construção de um partido comunista e revolucionário.

As aulas estão acontecendo de forma remota devido à pandemia, através da plataforma da Universidade Marxista todas as terças e quintas-feiras às 19h. Mais que nunca, Rui Pimenta tem demonstrado durante as aulas ser um exímio e profundo conhecedor do marxismo. Amanhã se dará a 16ª e última aula, com duração de três horas. Todas as anteriores possuíram a mesma duração, totalizando uma carga horária de 48h, além dos grupos de estudo e de discussão ofertados pela plataforma.

Na medida em que a crise capitalista se aprofunda, torna-se cada vez mais imprescindível a discussão sobre o que foi o stalinismo e suas orientação contrarrevolucionária. A política burguesa no brasil sempre fez de tudo para desarmar física e intelectualmente a classe trabalhadora, agora ainda mais. Desmistificar o período stalinista e seu gritante fracasso na implantação do socialismo é essencial para a luta contra o capitalismo e por um governo operário.

O curso já abordou temas como: Stalin até a tomada do poder, Burocracia, a URSS, a III Internacional, a Luta Interna, Revolução Permanente, Industrialização, os Processos de Moscou, a Coletivização Forçada, o Expurgo no Exército, dentre inúmeros outros temas importantíssimos para a compreensão histórica do assunto. Na última aula, transmitida na última quinta-feira (12), Rui Pimenta tratou sobre a Segunda Guerra Mundial e a crise militar instaurada na URSS sob o comando de Stalin. Demonstrou como, pouco a pouco, o stalinismo derrubou a União Soviética por dentro e como Hitler achava uma tarefa “fácil” tomar a Europa. Explicou que, para apaziguar o fascismo alemão, Josef Stalin fez diversos acordos com o Führer e chegou até mesmo entregar membros dos partidos comunistas alemão e austríaco para seus respectivos regimes.

Como se não fosse suficiente, o líder da URSS expurgou boa parte dos quadros do Exército Vermelho das mais variadas patentes. Por exemplo: dos seis marechais da União Soviética, dois sobreviveram a Stalin. Dos almirantes, não restou um único. Durante a exposição, Rui Costa Pimenta claramente explanou como Stalin foi feito de bobo por Hitler ao ignorar os avisos de seus espiões e generais e como fora fácil para a Alemanha invadir a Rússia devido a esaa atitude. Explicou também que o país estaria efetivamente condenado à dominação se não fossem os exércitos partisans russos e suas táticas de guerrilhas.

Nesta última aula do dia 16, Rui Pimenta falará sobre a derrota final do nazismo na Segunda Guerra Mundial pelo povo soviético e pelos trabalhadores europeus, além de recapitular alguns pontos das aulas anteriores e fazer uma síntese para o melhor entendimento dos alunos. Não perca!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.