Jean Willys, assumidamente, um assalariado do imperialismo

Analise

Rui Pimenta: “esquerda ficou no limbo ao ficar a reboque do STF”

Rui Costa Pimenta em entrevista com a Kotter TV debate os atos bolsonaristas e os principais pautas

Debate com Rui Costa Pimenta – Foto: Reprodução/COTV

Receba o DCO no Email

Em entrevista com a Kotter TV, Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária, analisa os destaques da semana e comenta as vésperas do 7 de setembro, os atos bolsonarista.

Em sua fala, Rui comenta os erros da esquerda pequeno-burguesa, que se mostra esperançosa com os ministros da Suprema Corte, a CPI da Covid-19; optando por não demonstrarem a força que a tem, sendo um fator constante de regresso as manifestações, pois ao invés de convocarem os atos de maneira seria, levantarem fundos e não insistissem na realização de uma frente com os movimentos políticos diametralmente opostos, deixaram desperdiçar, desde dos atos de maio, o poder de mobilização, que colocaria realmente pressão direta nas instituições para uma movimentação real, ainda que esfaceladas pelo golpe, e no Bolsonaro.

“A esquerda tem se limitado a apoiar as medidas do STF contra Bolsonaro, medidas estas de caráter persecutório […] A esquerda ficou no limbo ao ficar a reboque do STF, o STF não tem o que opor ao Bolsonaro, tomando medidas puramente de aparência […] falta de determinação ao fazer as coisas, a esquerda não sabe se ela apoia a direita tradicional contra o Bolsonaro, se ela luta contra o Bolsonaro com seus próprios recursos, não tem uma concepção clara”

Rui demonstra que há um conflito entre setores da burguesia, emplacando um embate entre a direita abertamente fascistas e a direita “nem tão fascista assim”, o que gera a articulação do campo bolsonarista, que deu uma grande demonstração de força, e um setor da burguesia que tenta se sustentar em um candidato artificial, João Doria, candidato declarado do PSDB, apoiado pela Globo e demais campos da burguesia que veem seus interesses prejudicados com a barbárie bolsonarista.

“O outro setor da burguesia que seria bolsonarista, esta buscando uma alternativa viável para 2022 […] a burguesia se organiza em certo sentido, apesar de não ter forças para enfrentar o Bolsonaro, está articulando a candidatura do Doria [..] o PSDB não coloca esse pessoal na rua do mesmo tanto que o Bolsonaro, mesmo com muito dinheiro, eles não tem esse poder de fogo”

Em outro comentário, a seguir de uma partir de considerações sobre o 18 de Brumário de Luís Bonaparte, Rui coloca que o fracasso entre os membros da direita “democrática”, pois após o golpe de 2016, perderam espaço para o bolsonarismo, que emergiu devido ao vácuo de poder que se instaurou depois da derrubada de um governo legitimo, os partidos burgueses que não conseguiram sustentar com as próprias pernas, cederam lugar a uma força maior, o fascismo, emergindo da manipulação midiática, de movimentos financiados pelo imperialismo e as fraudes judicias dos processos contra o ex-presidente Lula.

“O fracasso da burguesia, da burguesia dita democrática, a direita tradicional, o fracasso deles já se mostrou no golpe, conseguiram derrubar o governo do PT, mas logo na sequencia, se afundaram totalmente e tiveram que votar no Bolsonaro, um grande fiasco, e penso que ate agora não conseguiram se restaurar totalmente”

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.