Assista ao programa Marxismo, às 18h, no canal oficial do PCO

Bebel

Presidenta da APEOESP participa da 32ª Conferência do PCO

Deputada estadual e presidenta da APEOESP esteve presente na 32ª Conferência Nacional do PCO

Maria Isabel Noronha – Arquivo DCO.

Receba o DCO no Email

A companheira Maria Isabel Noronha, a Bebel, deputada estadual pelo PT e presidenta da APEOESP (Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo), participou do segundo dia da 32ª Conferência Nacional do PCO pelas liberdades democráticas.

Ela fez uma fala prestando sua solidariedade ao PCO contra a ditadura do STF, que, por meio de Alexandre de Moraes, decidiu fechar as redes sociais do Partido, de maneira totalmente arbitrária.

“Vou começar cumprimentando o presidente do PCO, Rui Costa Pimenta. Nós caminhamos juntos, não tenho problemas com isso, e continuamos juntos.

Cumprimento o Rui, Antonio Carlos, membros da mesa e homens e mulheres presentes nessa 32ª Conferência. Estou, nesse momento, em uma posição – contraposição – em relação ao ministro Alexandre de Moraes. Eu acredito que invadir as redes, tirar as redes, o conteúdo e também cassar a rede do PCO é uma afronta à democracia e, se a gente ficar quieto hoje, são vocês amanhã. Pode ser qualquer um de nós que pensar diferente.

Vocês têm minha solidariedade. Mais que isso, eu fiz um pronunciamento na última semana e, quando eu falei isso, os bolsonaristas foram lá dizer que concordam com a professora Bebel, na lógica deles. Mas eu não acho, eu não coloco na mesma forma que o Bolsonaro.

Bolsonaro é por uma questão de dar um golpe de Estado, diferente de vocês, que questionam o STF contra a prisão de Lula, contra o que foi feito com a presidenta Dilma, que atacou o Estado de direito, como disse o Rui, rasgando a Constituição do Brasil.

Eu tenho muito cuidado com isso, porque o que está na Constituição hoje foi construído a duras penas. E, agora não vão nos arrancar o que foi conquistado a duras penas.

Quero deixar minha solidariedade, mais que isso também. O professor Antônio Carlos sabe: fui à CUT, pedi que tivesse um pronunciamento. Não podemos nos calar quando a coisa nos toca.

Eu lembro quando eu e o companheiro Antônio Carlos eramos chamados de dois malucos porque subíamos no carro de som falar que ia ter golpe contra a Dilma, depois quando íamos dizer que o Lula ia ser preso e foi.

Toda solidariedade ao PCO. Temos nossas divergências, mas a gente se respeita, reconheço que tem que ser respeitado. Forte abraço, bom final de conferência e estaremos juntos e Lula presidente no primeiro turno.”

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.