A gravidade da ação americana em Taiwan

Contra a ditadura

PCO fará ato nacional pelas liberdades democráticas

Colocar nas ruas a campanha de mobilização pela liberdade de expressão

32ª Conferência do PCO – Foto: Diário Causa Operária

Receba o DCO no Email

Nos dias 25 e 26 de junho, o Partido da Causa Operária realizou sua 32­ª Conferência Nacional, que contou com a presença de militantes do partido que vieram do Brasil inteiro, assim como de diversos convidados que prestigiaram a ação do PCO e denunciaram a censura que o partido tem sofrido no momento.

O primeiro dia contou com falas de apoiadores e com um informe político, apresentado pelo companheiro Rui Costa Pimenta, e foi transmitido nas redes de apoiadores do partido que, por sua vez, estão funcionando desde que as redes utilizadas pelo PCO foram derrubadas no Brasil pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Clique aqui e conheça as redes de apoiadores do PCO.

https://youtu.be/hNlu4Jhkwro

Este evento foi aberto e realizado na Academia Paulista de Letras, marcando a luta do PCO contra a censura imposta pelo STF. Já neste primeiro dia foi possível ver que o partido tem disposição de lutar nas ruas, com seus militantes e apoiadores do Brasil inteiro.

O segundo dia foi realizado com o objetivo de apresentar e votar propostas, realizando assim um amplo debate entre os militantes sobre qual deve ser o caminho a ser seguido agora, e como a campanha pela liberdade de expressão deve ser feita. Esta parte da conferência foi de caráter interno e contou com a intervenção de diversos companheiros para que o debate fosse encaminhado de maneira democrática.

O caso de censura

A Conferência teve o foco em discutir a questão da liberdade de expressão devido a recente censura sofrida pelo PCO por parte do STF, que, por sua vez, impôs que diversas redes sociais, como Twitter, Instagram, Facebook, Youtube, Tiktok e Telegram, deveriam derrubar as redes oficiais do partido, sob pena de multa diária de 20 mil reais — as redes foram efetivamente derrubadas, inclusive a Causa Operária TV no Youtube, quem nem mesmo era uma rede oficial do partido.

O interesse do STF em derrubar as redes do partido veio mais especificamente do ministro Alexandre de Moraes, que, num gesto ditatorial, ordenou que as redes do partido fossem derrubadas após colocar o partido no inquérito das fake news, tudo isso por ter se ofendido por conta do apelido “skinhead de toga”, que foi designado a ele em uma das redes do partido. Alexandre de Moraes afirma, subjetivamente, que as opiniões do partido são atentatórias ao Estado de direito e às instituições democráticas.

Agora o PCO tem sido intensamente perseguido por simplesmente expressar suas críticas. Não é possível mais expressar sua opinião sem ser intensamente reprimido, uma verdadeira prova de que a liberdade de expressão não existe no país.

A Conferência

Nos dois dias da Conferência foram aprovadas diversas deliberações apresentadas pelos companheiros delegados do país inteiro. As propostas, seus pontos e contrapontos foram discutidos, até que se chegasse a um consenso sobre a nova campanha. Veja a seguir algumas das deliberações:

  • Fazer um ato nacional em defesa do PCO e da liberdade de expressão;
  • Realizar uma moção de apoio aos indígenas de Dourados e em defesa da Amazônia;
  • Realizar uma moção contra as cassações do deputado Glauber Braga e Renato Freitas e em defesa da imunidade parlamentar;
  • Realizar plenárias de organização, por estado, que sejam feitas junto às pré-candidaturas do partido;
  • Realizar atividades culturais regionais, em defesa de expressão na arte e na política;
  • Realizar um documentário relatando toda a campanha em defesa da liberdade de expressão;
  • Enviar pelo menos 10 mil declarações escritas para o STF;
  • Gravar vídeos de apoio a campanha;

A mobilização

Dentre as deliberações, é possível ver uma das que está mais na ordem do dia: a mobilização de rua. O Partido da Causa Operária aprovou a deliberação de realizar um ato nacional em defesa da liberdade de expressão e do partido, com data ainda a definir.

É importante ressaltar a relevância das ações do partido neste momento crítico em que vivemos. São vários os exemplos de censura que estamos vendo ultimamente, reforçando a ideia de que, se o Estado tem o poder de censurar a direita, ele também eventualmente vai censurar a esquerda.

É preciso se atentar muito a essa questão. O PCO é apenas o começo das ações ditatoriais que podem ser cometidas pelo Estado brasileiro, ainda mais em ano de eleição. É preciso seguir o exemplo do PCO e se preparar para realizar uma grande campanha, nas ruas, e com mobilização.

Uma das tarefas mais importantes na questão da mobilização é o próprio ato em defesa das liberdades democráticas. Em breve, a Direção do Partido definirá a data e o local do ato, que deverá contar com caravanas de todo o País, como nas manifestações pela liberdade de Lula em Curitiba.

Não à censura!

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.