Finlândia envia 20 instrutores para treinar tropas ucranianas

Roberto Guido

“PCO está sendo perseguido por expressar um conceito”

Vice-presidente da APEOESP abriu a 32ª Conferência Nacional do PCO

APEOESP em manifestação – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

O companheiro Roberto Guido, vice-presidente da APEOESP, foi o primeiro convidado a saudar a 32ª Conferência Nacional do PCO. Convidado para participar do evento, Guido representou o maior sindicato da América Latina, filiado à CUT.

Leia na íntegra o seu discurso:

“Rui, meus parabéns pelo aniversário, uma data que a gente realmente tem que comemorar, principalmente todos aqueles que sobrevivemos a esses anos de Bolsonaro e de pandemia. Então, para cada nós que sobrevivemos, cada aniversário deve ser profundamente comemorado. Queria cumprimentar, Antônio Carlos.

Na sua pessoa, todos os companheiros e companheiras do Partido da Causa Operária. Estou como vice-presidente da APEOESP, a nossa presidenta está afastada por conta de disputa eleitoral. Obviamente trago, dela, o abraço fraterno e solidário para todos os companheiros e companheiras e de toda a Diretoria da APEOESP. Mas nós, professores, e o Antônio Carlos é testemunha disso, que é meu companheiro de Sindicato, nós trabalhamos com conceitos antes de entrarmos em um determinado tema. Eu estava ouvindo e conversando como o Antônio Carlos um pouco e dizendo: que opinião é essa? Eu não creio que seja uma opinião, é um conceito que o Estado tem um papel de defesa de uma ordem social e que, portanto, o Estado, inclusive o Judiciário, tem lado e não é o nosso lado e, portanto, deve ser objeto de controles sociais. Isso não é uma opinião, é um conceito. Isso historicamente é assim e mesmo que fosse opinião, não poderia ser objeto de censura. Mas expressar um conceito e ser condenado por isso é típico de um momento em que estamos vivendo no País, de escuridão, de ataque à ciência, de ataque à cultura, de ataque a todos nós.

Por isso que nós devemos, por princípio, identificar que, sem dúvida nenhuma, que, como disseram o companheiro Vicentinho e outros que falaram ali: o caso que caracteriza as ‘fake news’ nada tem a ver com o que nós estamos assistindo nesta perseguição ao Partido da Causa Operária. Por isso, nós, professoras e professores, e falo também enquanto secretário sindical do PT de São Paulo, declaro nossa mais irrestrita solidariedade aos companheiros e companheiras da Causa Operária nessa luta, que é uma luta de todos os trabalhadores e trabalhadoras, na minha opinião, no nosso Brasil de hoje”.

A 32ª Conferência Nacional do PCO pelas Liberdades Democráticas continua no domingo, quando militantes e filiados do Partido vão discutir a organização da campanha contra a censura e contra a ditadura do STF.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.