ASSISTA AQUI à Análise Política da Semana ao vivo

Análise Política na TV 247

Os caminhos da luta por Lula presidente, por Rui C Pimenta

Rui Costa Pimenta faz mais uma de suas aguardadas análises a respeito dos acontecimentos políticos nacionais e internacionais

Rui Costa Pimenta na TV 247 – Reprodução

Receba o DCO no Email

Nesta terça-feira (17), 16 horas, Rui Costa Pimenta, presidente do PCO-Partido da Causa Operária, fez mais uma aguardada Análise Política na TV 247.

O começo do programa foi permeado por uma avaliação da atual situação na Ucrânia. Rui falou sobre a guerra e os desdobramentos da situação militar quanto aos avanços do exército russo sobre o território ucraniano. “Os russos estão ocupando todo um vasto território do leste da Ucrânia, desalojando as milícias nazistas”, disse acrescentando que a única resistência se deu por parte dessas milícias, o que demonstra que o exército da Ucrânia está totalmente controlado pela extrema-direita.

A seguir ele comentou que o imperialismo sofreu um golpe muito duro com a ação russa na Ucrânia, o que teria provocado uma erosão do controle imperialista a nível global. “Já estamos vendo em escala internacional um esfacelamento da autoridade do imperialismo mundialmente”, analisou, opinando ainda que tal evento pode provocar uma escalada do conflito militar, uma vez que esse bloco se vê obrigado a agir com mais dureza para tentar retomar o controle da situação.

Rui Costa Pimenta falou também a respeito da intenção de entrada na OTAN manifestada pela Finlândia e Suécia. Quanto a isso, afirmou que os dois Estados pertencem a um grupo de países europeus em grande medida colonizados pelos Estados Unidos desde a Segunda Guerra Mundial. “Esses países são totalmente dominados pelos serviços de informação norteamericanos”, disse.

A seguir Rui abordou e analisou as questões mais importantes da situação política nacional e as eleições. Quanto à terceira via, Rui acredita que ainda estão tentando montar a alternativa desse setor político, mas o problema chave seria o posicionamento da burguesia empresarial que está em vias de se deslocar massivamente para o lado de Bolsonaro. A terceira via está a ponto de se esgotar completamente”, afirmou.

A respeito ainda da terceira via, Rui foi questionado sobre Ciro Gomes e quais seriam as possibilidades dele se tornar o candidato dessa alternativa política. “Ele não conta com a confiança da burguesia para ser presidente na atual situação. Eles devem achar que ele é uma pessoa muito pouco definida, alguém cheio de ambiguidades”, pontuou. Além disso, num contexto mais amplo, Rui acrescentou que a burguesia procura eliminar todo tipo de participação popular no regime político.

Quanto à campanha eleitoral, Rui externou grande preocupação quanto à ausência de mobilização popular em apoio a candidatura Lula. Ele considera que Lula depende do povo, visto que não há apoio real em nenhum outro setor da burguesia, mesmo com a imposição de Alckmin como vice. A esse respeito Rui deixa entrever que a falta de mobilização coloca em risco a eleição de Lula frente a Bolsonaro, o que seria uma verdadeira tragédia para o país.

Ainda sobre essa situação, Rui pondera que não está havendo um chamado ou apoio às mobilizações populares para a campanha de Lula porque os recursos estão sendo direcionados unicamente para as candidaturas individuais à deputado, senador e governador. Diante dessa situação, Rui avalia que só haverá alguma mobilização popular pela eleição de Lula caso esta venha de baixo, ou seja, partindo do próprio povo.

Rui Costa Pimenta teceu também comentários a respeito do panorama geral das eleições, a qual, a seu ver, estaria se desdobrando como uma eleição do povo contra a burguesia. Nesse sentido afirmou que “Toda a burguesia está trabalhando contra o Lula, o país tá polarizado. E a polarização é o povo, os trabalhadores e tudo o mais contra os capitalistas nacionais e estrangeiros, o imperialismo e a extrema-direita”.

Confira na íntegra.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.