Lula está certo: Brasil tem que retomar a construção de ferrovias

Universidade Marxista

O Império à luz do marxismo. Módulo II começa em junho

No próximo mês, inaugurar-se-á uma nova etapa da primeira análise marxista feita acerca da história do Brasil. Inscreva-se hoje mesmo!

Rui Costa Pimenta vai ministrar uma série de aulas acerca do período que ficou conhecido como “Brasil Império” – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Este ano, o Brasil comemora uma data importante para a sua história: 200 anos da proclamação da Independência do País. Ao mesmo tempo, inaugura-se uma etapa decisiva no que diz respeito ao desenvolvimento da historiografia do Brasil. Pela primeira vez, está em curso uma análise marxista dos mais de 500 anos de história nacional.

Durante meses, militantes destacados do Partido da Causa Operária se reuniram para pesquisar, estudar e, efetivamente, formular uma interpretação marxista da história do Brasil, algo absolutamente inédito. O resultado deste trabalho está se dando por meio da Universidade Marxista, o maior curso de formação marxista de toda a esquerda nacional.

Brasil, uma interpretação marxista de 500 anos de história iniciou suas aulas no começo deste ano. Ministradas por Rui Costa Pimenta na plataforma oficial da Universidade Marxista, o curso é dividido em quatro partes. A primeira, tratando dos anos iniciais da colonização portuguesa, já deu o que falar.

Módulo 1 – Os Três Primeiros Séculos

O primeiro módulo da Universidade Marxista, Os Três Primeiros Séculos, contou com uma exposição detalhada acerca do início do processo da colonização no Brasil. Foram 15 aulas que partiram da caracterização dos índios que habitavam o Brasil antes de 1500, passaram pelo processo de fixação da colonização e foram até o século XVIII. Sem contar em sua explicação até mesmo do processo de consolidação de Portugal como uma economia capitalista vanguardista.

Acima de uma análise qualquer, Rui Costa Pimenta contou a história do Brasil seguindo à risca o método de análise marxista, o materialismo histórico.

Felizmente, as aulas permanecem gravadas na plataforma da Universidade Marxista àqueles que não acompanharam as exposições ao vivo. Ademais, este Diário publicou reportagens diárias que relataram, por alto, o conteúdo de cada aula.

Veja, abaixo, alguns marcos das aulas do primeiro módulo do curso:

Módulo 2 – O Império Tropical

Agora, será inaugurado, em junho deste ano, o segundo módulo do curso, O Império Tropical.

A partir da colonização, o segundo módulo tratará dos principais acontecimentos que estruturaram o que ficou conhecido como “Brasil Império”. O módulo vai partir da chegada da família real ao Brasil, no início do século XIX, passando pela formação e estruturação da nação durante o processo que desembocou na proclamação da independência do País, até o estabelecimento da República, em 1889.

Durante este período, eventos importantes acerca dos governos monárquicos brasileiros serão destacados e relatados, com especial destaque para a regência de Dom Pedro I.

Mais uma vez, a análise exposta terá como alicerce o materialismo histórico, trazendo à tona e definindo de maneira decisiva a análise marxista acerca deste período histórico.

Ainda tem muito mais pela frente!

Muito já se passou, muito já foi discutido e muito já foi aprendido. Entretanto, este é apenas o começo.

Brasil, uma interpretação marxista de 500 anos de história promete ser – e, em grande medida, já é – o maior curso já feito em toda a história do Partido da Causa Operária. Afinal, a tarefa é retumbante, há muito que revisitar e aprimorar ao nível de uma análise histórica científica séria.

O curso fala por si próprio. A importância da presente análise não está somente no academicismo. A formulação de um programa revolucionário da história do País é um gigantesco passo rumo à própria revolução. Finalmente, é preciso conhecer a fundo o processo de desenvolvimento da sociedade brasileira para transformá-la de maneira consequente. Sendo a primeira vez que tal estudo é feito, percebe-se com facilidade o tamanho da empreitada que o Partido está se propondo.

Inscreva-se agora mesmo e garanta sua participação nos próximos módulos do curso

Durante as aulas, o companheiro Pimenta não só analisa a fundo o que de fato ocorreu no Brasil, como também relata anedotas indispensáveis àqueles que se interessam pela história do País. Sem contar nas inúmeras polêmicas com as posições que procuram sabotar esse legado hoje em dia.

Além disso, é um espaço onde qualquer telespectador pode realizar perguntas diretamente para o companheiro Rui! Uma oportunidade imperdível.

Por isso, não perca mais nenhuma aula e inscreva-se agora mesmo na Universidade Marxista por meio deste link. Lembrando que, àqueles recém chegados, todas as aulas ficam gravadas, então você não vai perder absolutamente nada.

Por fim, a primeira aula do curso está disponível gratuitamente pelo canal no YouTube Causa Operária TV (COTV). Confira, abaixo, o vídeo na íntegra e descubra o que lhe aguarda:

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.