Assista ao programa Marxismo, às 18h, no canal oficial do PCO

Carla Silva

“Não vão nos calar”

Delegada do PCO Internacional saúda Conferência e denuncia censura

Carla Silva – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Representando as células do PCO Internacional, a companheira Carla Silva, do Reino Unido, fez uma denúncia contundente da censura ao Partido e a luta contra o golpe de conjunto.

Leia seu discurso na íntegra:

“Boa tarde, companheiros, boa noite, também, aos companheiros das células internacionais, que devem estar conectados. Não tem nada preparado aqui nesse discurso. Eu estava na primeira fila para captar tudo, mas me chamaram à mesa e é uma honra estar aqui hoje na hora certa e no lugar certo para fazer essa defesa. Para mostrar que o PCO é muito maior do que estão querendo fazer parecer. Eu quero saudar os meus companheiros das células internacionais, companheiros que estão na Finlândia, onde já deve ser bem tarde, companheiros da Espanha, Alemanha, companheiros do Reino Unido, porque não é só eu, companheiros de Portugal, os comitês de luta parceiros, companheiros da França, Suíça, Praga, Irã e os nossos correspondentes que agora estão na Rússia. Quer dizer, o nosso alcance, a política do Partido da Causa Operária é muito maior, a luta é internacionalista. Eu ainda estou engatinhando, mas sei que estou no caminho certo. Eu sempre falo que talvez se eu conhecesse o Partido antes, eu nem sairia do meu País. Então, estamos aqui para levantar a voz, fazer essa denúncia.

Aliás, eu já fui bloqueada, porque nós temos os comitês de luta e eu quero já falar que eu acabei de ser bloqueada porque tem companheiros nossos que estão com os indígenas, que tem sido falado tanto dos indígenas brasileiros fora do Brasil, esses indígenas estão sendo torturados agora em uma cadeia, não sei qual é a delegacia, estão baleados, mas não vão para o hospital porque estão sendo torturados na cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Quer dizer, nos estamos fazendo o trabalho nas ruas, é isso que tenho aprendido contigo, companheiro Rui Costa Pimenta, companheiro Antonio Carlos. Eu fico ali, de madrugada, não importa o horário, porque tenho que assistir ao Resumo do Dia. E ontem, coincidentemente, a Causa Operária TV, o canal do YouTube, que é um canal muito importante, um dos melhores e mais completos na rede do YouTube entre os canais ditos progressistas, foi derrubado, bem na minha fala. Não é para comemorar, nem bater palma. Isso só vai nos dar mais força e eles não vão nos calar.

E vamos ter canais internacionais em outros idiomas também. Dessa conferência, já faço convite para a Conferência Internacional do Partido da Causa Operária, que vai acontecer! Porque nós estamos crescendo, e saúdo também os companheiros internacionais do PT, que estão juntos com a gente. É isso, companheiros, vamos ao trabalho!”

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.