Divisões

Eleições 2022

Militantes do PCO Goiás realizam Conferência Estadual

Militantes do Goiás se reuniram em Goiânia para votarem as pré-candidaturas do estado

Decisão das Conferências ainda será referendada pelo XI Congresso Nacional do PCO – Foto: DCO

Receba o DCO no Email

Nas últimas semanas, o Partido da Causa Operária realizou uma série de Conferências Estaduais ao redor de todo o Brasil para lançar as pré-candidaturas que serão oficializadas pelo XI Congresso Nacional do Partido, a ser realizado nos dias 11, 12, 13 e 14 de Agosto. Além disso, foram indicados os nomes dos delegados que representarão cada região no Congresso.

Agora, foi a vez do Goiás, que realizou a sua Conferência nesta sexta-feira (05), em Goiânia, a capital. Estiveram presentes companheiros de demais cidades do entorno, como Goianira, além de representantes da Aliança da Juventude Revolucionária e da Direção Nacional do PCO.

O momento é de luta

Um dos principais aspectos das Conferências Estaduais é justamente a discussão política. Nesse sentido, Expedito Mendonça, militante do PCO e membro do Comitê Central Nacional (CCN), realizou uma caracterização do momento político em âmbito nacional e internacional.

“Precisamos entender que o Brasil ocupa um espaço central na política da América Latina e, consequentemente, em todo o mundo. O que acontece no Brasil, serve de exemplo para os demais países da região”, explicou Expedito.

Ademais, Expedito explicou que o imperialismo está enfraquecido após sofrer uma série de derrotas em países importantes, como é o caso do Irã, da Síria, do Afeganistão e da Ucrânia. Por isso, esse é o momento de lutar pelo fim do capitalismo, por uma revolução socialista.

Adiante, o companheiro Uriel Schramm, membro do Comitê Central Nacional da Aliança da Juventude Revolucionário, destacou a situação da política no Brasil, principalmente no que diz respeito ao avanço do golpe no País por meio do Supremo Tribunal Federal (STF), que incluiu o PCO no Inquérito das Fake News em um processo profundamente autoritário. Bem como a cada vez mais forte infiltração da direita na candidatura do ex-presidente Lula e, por conseguinte, a necessidade de organização da luta pelas reivindicações dos trabalhadores.

“Nós sabemos que a juventude é o setor que mais sofre com a crise. Ao mesmo tempo, é o setor que mais se revolta contra os ataques da burguesia”, explicou Uriel, defendendo a organização da juventude em torno da candidatura de Lula, na luta contra o golpe.

Isaque Borges, músico da cena underground do Rap em Goiânia e militante da AJR, explicou que sua pré-candidatura, como artista, vai justamente no sentido de impulsionar a luta contra a censura, principalmente tendo em vista o que o PCO vem sofrendo nas mãos da figura de Alexandre de Moraes.

“Muitos dizem que os artistas não devem se associar à determinada ideologia para não ‘se queimarem’. Entretanto, é justamente o contrário. Devem ser vanguarda na luta contra a censura que, neste momento, toma forma da campanha por Lula Presidente e pelo fim do STF”, disse Isaque.

Pré-candidatos aprovados

Os companheiros presentes na atividade participaram da votação que indicou figuras à pré-candidatura pelo PCO no Goiás. Nomes que, posteriormente, serão aprovados pelo Congresso Nacional do PCO.

Foram lançados os seguintes militantes às respectivas pré-candidaturas:

  • Vinicius Gomes – Governador
  • Maria Letícia – Vice-Governadora
  • Antônio Carlos Paixão – Senador
  • Professor Eduardo Fugisaki – 1° Suplente
  • Viviane Andrade Akashi – 2ª Suplente
  • Isaque Borges – Deputado Federal
  • Letícia Tavares – Deputada Estadual

Agora, rumo ao Congresso!

O próximo passo para os militantes do PCO é a organização do XI Congresso Nacional. O evento, que acontecerá em São Paulo, promete ser a atividade mais importante de todo o ano. Finalmente, o Partido passa por um período crítico no que diz respeito à sua própria legalidade após os ataques sofridos pelo STF e pelo TSE.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.