Divisões

Juventude Marxista

Juventude participa ativamente do curso de história do Brasil

Essenciais para a formação política dos militantes e do público em geral, a Universidade Marxista já ocupa um espaço destacado no calendário anual de atividades do PCO.

A qualidade das aulas ministradas pelo companheiro Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária (PCO) tem chamado a atenção da juventude próxima do partido. – Foto: Reprodução.

Receba o DCO no Email

As aulas da Universidade Marxista foram retomadas no final do mês de julho com o início do Módulo 2 do curso  “Brasil: 500 Anos de História – Uma análise Marxista”.

A qualidade das aulas ministradas pelo companheiro Rui Costa Pimenta, presidente do Partido da Causa Operária (PCO) tem chamado a atenção da juventude próxima do partido. Organizados na Aliança da Juventude Revolucionária (AJR) os jovens passaram a ser um dos públicos mais atentos dos cursos oferecidos pela Universidade Marxista e quando questionados sobre estes imediatamente tecem elogios tanto quanto ao conteúdo como a abordagem histórico-político dos temas.

Para Beatriz, militante do PCO, “o curso de História do Brasil tem um carácter muito especial por ter um conteúdo que não se encontra em nenhum outro local, apenas na Universidade Marxista ministrada pelo companheiro Rui”. A mesma ainda destaca a “longa experiência de militância prática do camarada e seu longo arsenal formado por uma vasta produção teórica sobre o assunto”. Para ela “o curso é riquíssimo e é muito importante que todos aqueles que se importam com a situação do País sem inscrevam no mesmo tanto para apoiar o PCO”, ao qual ela define como o partido revolucionário brasileiro, “como para se munir de informação e não se deixar enganar pela burguesia e seus meios de manipulação”.

Beatriz ainda afirma que “é necessário defendermos a soberania do Brasil, se defender do imperialismo e apoiar toda manifestação e iniciativa contra o imperialismo no mundo inteiro, começando pelo nosso País”.

“Por isso a importância desse curso, a riqueza dele. Eu te convido a se inscrever e a participar, você não vai se arrepender!”, finaliza.

Para Gabriela, militante da AJR-PCO no Distrito Federal, “o objetivo do curso é justamente mostrar o desenvolvimento do Brasil desde o início até agora, com o intuito de entendermos como o Brasil chegou onde está hoje e, assim, travarmos uma luta de mudança verdadeira.” A mesma ainda destaca a existência dos comitês populares em todo Brasil e o programa de luta do PCO ao qual ela define como o da classe operária. Para ela “sem entender a história, o que já passou, será impossível travarmos uma luta daqui em diante”.

A jovem comenta que quem se inscrever estará doando uma bolsa solidária para os jovens que já se inscreveram nos módulos anteriores e que pretendem continuar o curso durante os 4 Módulos previstos, sendo: 1 – Os 3 primeiros séculos; 2 – Império Tropical; 3 – Da República ao Fascismo e 4 – Brasil Contemporâneo e os dias atuais.

Cada módulo, destaca Gabriela, possui uma carga horária de 30 horas, contabilizando 130 horas e as aulas podem ser assistidas ao vivo às terças feiras as 18h30 ou gravadas na plataforma que fica disponível o tempo que for necessário. Na mesma plataforma há inúmeras promoções relacionadas ao curso que já é o maior da história do PCO e deve perdurar todo o ano de 2022.

Já Luan, militante da AJR-PCO no Rio de Janeiro, se manifestou sobre a Universidade Marxista afirmando que o curso atual “é essencial e uma necessidade para a juventude nos dias de hoje”. Em tom mais crítico, o jovem apresentou argumentos sobre o modelo de ensino que vigora nas instituições tradicionais de ensino e o contrastou com o modelo dos cursos oferecidos por um partido revolucionário.

“No meio universitário e nas escolas predomina uma historiografia totalmente antinacional e que ignora a participação do povo nos processos políticos. A juventude é um dos setores mais oprimidos e também um dos mais ativos, muitas vezes exercendo o papel de vanguarda no movimento operário”, afirmou.

“Em tempos onde a política do imperialismo está cada vez mais presente na esquerda, se infiltrando na juventude através das universidades, esse curso se faz extremamente necessário para combater essa concepção reacionária da história do país. A juventude brasileira precisa conhecer a participação do povo na Independência, da revolta popular que levou a abolição da escravidão e em todos os outros eventos históricos. É uma formação que impulsiona a juventude a se mobilizar, a defender o país na luta contra o imperialismo e para esmagar a direita!”, concluiu.

Essenciais para a formação política dos militantes e do público em geral, a Universidade Marxista já ocupa um espaço destacado no calendário anual de atividades do PCO e a procura pelos cursos oferecidos tem aumentado constantemente e atinge inúmeros extratos sociais.

A participação massiva da juventude que ultrapassa os quadros da Aliança da Juventude Revolucionária e do próprio PCO é um marco a ser comemorado por toda a militância que mesmo diante de tantas adversidades não tem medido esforços no sentido de divulgar esse importante trabalho de qualificação teórica da vanguarda operária brasileira.

INSCRIÇÕES

As inscrições para o curso  “Brasil: 500 Anos de História – Uma análise Marxista” seguem disponível na plataforma, sendo possível realizar a mesma em um único módulo ou em todos.

Participe do maior curso de formação política do país promovido pelo principal partido revolucionário do Brasil.

Acesse: https://universidademarxista.pco.org.br/nova-loja-de-cursos/

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.