ASSISTA AQUI à Análise Política da Semana ao vivo

Escola de Quadros do PCO

A importância da formação teórica e organizativa para o partido

Atividade, que ocorrerá em junho, discute problemas da luta e da organização de um partido revolucionário

A 4ª Escola de Quadros do PCO será realizada nos dias 4 e 5 de junho, em São Paulo – Foto: Reprodução

Receba o DCO no Email

Com base nos ensinamentos dos grandes pensadores Karl Marx, Friedrich Engels, Vladimir Lenin e Leon Trótski, destinada para militantes, lideranças políticas locais, regionais e nacional, a 4ª Escola de Quadros do Partido da Causa Operária (PCO), uma atividade tradicional, começará nos dias 4 e 5 de junho, na cidade de São Paulo. A célebre frase de Lenin “sem teoria revolucionária não há movimento revolucionário” norteia essa atividade do partido.

A atividade, considerada essencial pelo partido, é uma ação de formação e atualização dos seus principais militantes, muitos dos quais serão escolhidos pela direção nacional para organizar e intensificar a luta política em prol da classe trabalhadora, que vem sendo violentamente atacada pela burguesia e abandonada pela esquerda reformista desde 2016 com o Golpe de Estado.

A 4º Escola de Quadros do PCO visa dar base teórica e revolucionária ao partido, além de esclarecer questões fundamentais para o bom funcionamento de uma organização revolucionária em seus diversos aspectos, como a necessidade de aumentar o quadro de filiados e militantes, assim como defender fielmente verdadeiras bandeiras de esquerda e revolucionárias – todas em xeque pelo recrudescimento das arbitrariedade do regime político burguês.

A direção do partido irá trabalhar com documentos teórico-marxistas e de grandes organizações operárias e revolucionárias históricas que nos dão referência e experiência ao conhecê-las.

O curso ocorrerá em São Paulo e abordará ainda a política interna do PCO, sua organização partidária, objetivos e dificuldades atuais para se manter diante dos seguidos ataques da burguesia e do Tribunal Superior Eleitoral, que vem prejudicando a sobrevivência dos partidos operários, que são fundamentais para a organização e formação da classe trabalhadora.

Nesse ano de 2022, o PCO já organizou uma bem sucedida campanha de filiação partidária, enviou dois jornalistas militantes do partido para cobrir a guerra na Ucrânia, vem alavancando a campanha de Lula, apesar de toda inércia e sabotagem de parte da esquerda pequeno-burguesa, colocou em prática o importante e inédito curso sobre a História do Brasil numa perspectiva marxista (o segundo dos quatro módulos ocorrerá em junho) e, para conseguir manter o trabalho de panfletagem, divulgação do partido e campanha em prol da candidatura de Lula, organiza uma rifa intitulada “Vai pra Cuba”, cujo prêmio será uma viagem com acompanhante para conhecer a ilha caribenha. Além dessas ações, o partido ainda planeja realizar seu congresso nacional em julho.

Ministradas pelo Presidente Nacional do PCO, o companheiro Rui Costa Pimenta, que tem uma sólida formação e experiência na militância política marxista, além de outros membros do Comitê Central Nacional (CCN), essas e outras atividades serão abordadas e aprofundadas nesses dois dias de encontro, cujo principal legado será a formação teórica e prática dos seus diletos militantes.

Nas próximas edições do Diário Causa Operária (DCO) teremos maiores informações sobre a 4ª Escola de Quadros do PCO.

 

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.