China

EUA treinaram tropas em Taiwan

Descumprindo acordos diplomáticos com a China, o governo de Trump iniciou o treinamento de tropas e venda de armas a Taiwan, política continuada por Biden.

taiwan-taipei-bandeira-960x540

Taiwan – Foto: reprodução

Na última sexta-feira (08), a AFP divulgou uma noticia de que pelo menos 20 homens das forças armadas dos EUA estariam treinando tropas taiwanesas há pelo menos 1 ano, segundo uma fonte não identificada que trabalha no Pentágono e que confirmou o que havia dito posteriormente ao Wall Street Journal.

O treinamento do exército de Taiwan por parte dos EUA, portanto, teve início ainda durante a gestão de Donald Trump, se mantendo posteriormente com Joe Biden. Os EUA tentam, desta forma, criar um cerco à China para impedir que o país se reunifique com Taiwan, fato que está na ordem do dia, o que seria catastrófico para o imperialismo por uma série gigantesca de motivos, dentre os quais, o controle praticamente absoluto do Mar da China, além do controle de tráfego do Estreito de Taiwan, dentre outro.

A confirmação de que o imperialismo treina as forças armadas de Taiwan acontece em meio à intensificação das tensões entre a China continental e a Ilha Formosa (Taiwan). Isso porque no último ano a China tem feito atividades militares próximas à Taiwan.

No sábado, após criticar as atividades dos EUA em Taiwan, o presidente chinês Xi Jiping prometeu realizar a reunificação dos dois territórios, ainda que de maneira pacífica, o que levou a presidenta de Taiwan a dizer que não se curvará à China.

Toda essa mobilização é mais um indício da crise profunda que vive o imperialismo e todo o regime de dominação mundial. A derrota histórica do imperialismo no Afeganistão demonstrou aos povos de todo o planeta que é possível vencer e se livrar da opressão imperialista. O próprio presidente chinês havia alertado Taiwan sobre o que ocorre com os aliados do imperialismo após a derrota, em virtude da tomada de Cabul por parte do Talibã.

Uma derrota do imperialismo na região, no entanto, tende a ser ainda mais catastrófica do que o que ocorreu no Afeganistão. Caso a China realmente se reunifique, o imperialismo entrará em uma grave crise, podendo levar à derrubada do regime em todo o planeta.

Mas não é só com Taiwan que o imperialismo busca fazer pressão na China nos últimos anos, e acentuadamente neste último ano, o imperialismo tem buscado aumentar o número de bases navais e porta-aviões no Mar da China, além de ter patrocinado mobilizações em Hong Kong, também pedindo a separação do restante da China.

Por outro lado, o país passa por uma grande crise com a empresa Evergrande, que pode falir, mas que terá ajuda do estado chinês para se manter. Junto a isso, o país passa por uma grande crise elétrica desde pelo menos o mês passado, o que tem gerado muitos apagões e tem feito o estado parar fábricas.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.