Com explosão de casos!

ONU, entidade criminosa que defende escolas abertas na pandemia

Trata-se do aval para a contaminação geral da população dos países do mundo todo, principalmente os pobres, onde há pouca vacinação

Sala de aula – Foto: Reprodução

Redação do DCO

A ONU defendeu que as escolas infantis do mundo todo devem abrir para a educação fundamental neste ano “para não prejudicar a educação das crianças por mais um ano”.

Publicações no Twitter de Antonio Guterrez, secretário-geral da ONU, afirmam que esforços não devem ser poupados para que “a educação das crianças não volte ao isolamento anterior”. A abrangência desta declaração em nome da ONU se estende ao mundo todo, desde os mais pobres recônditos da África e Ásia aos países ricos. Se considerarmos os picos de incidência da epidemia nos dias de hoje, e se lembrarmos que são as crianças que transmitem o vírus para os adultos e idosos de suas famílias, teremos a dimensão de quão esta política tem características criminosas. Curiosamente o Sr. Antonio Guterrez, engenheiro português, pertence ao Partido Socialista de seu país, o que só reforça que a social-democracia europeia está completamente a reboque da política da direita internacional.

A polêmica no mundo todo em torno da epidemia do coronavírus se dá em relação aos prejuízos à economia capitalista como um todo caso sejam tomadas medidas restritivas.  E no caso das crianças esta questão assume uma dimensão ainda mais aguda. Mobilizações em muitos países, inclusive no Brasil, acontecem para evitar a contaminação de professores – uma categoria mais atingida pela volta às aulas presenciais – e evitar a disseminação ainda maior da epidemia na população. Estudos mostram que o coronavírus, mesmo antes da epidemia atual, existiam na população, e as crianças comprovadamente levavam a infecção para seus contatos domiciliares. Eram vírus pouco agressivos que sempre existiram, não faziam parte destas cepas causadoras da epidemia, manifestavam-se como gripe comum. Portanto a decisão de abrir ou não as escolas assume uma dimensão fulcral neste momento da epidemia.

A ONU representa o interesse dos grandes capitalistas e banqueiros e é controlada pelo estado americano. Ao contrário da propaganda oficial, a ONU não é um órgão neutro, humanitário ou que se pauta em bases científicas. Pelo contrário, age para defender a economia mesmo à custa da vida das pessoas. Atitude compatível com o apoio às guerras imperiais que tiveram seu respaldo no mundo todo. Entre os objetivos oficiais da ONU estão: ‘manter a paz e a segurança mundial’,  ‘promover os direito humanos’, ‘auxiliar no desenvolvimento econômico e no progresso social’, ‘proteger o meio ambiente’ e ‘prover ajuda humanitária em casos de fome, desastres naturais e conflitos armados’. Vê-se que tão nobres objetivos devem ser atribuídos a uma entidade acima do bem e do mal. Entre suas ações mais importantes desde sua criação em 1945, atuou na chamada Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética, teve participação na guerra da Coreia e no Congo, aprovou a criação do Estado de Israel em 1947.

Alguns analistas afirmam que a ONU se constitui numa força para estimular a paz e o desenvolvimento humano, outros a consideram ineficiente, corrupta e tendenciosa.

De qualquer maneira as decisões que tem tomado e a atuação em relação à pandemia deixam claro seus objetivos de defender a economia e os lucros capitalistas em detrimento da proteção à vida humana – ao contrário do que dispõe os seus princípios fundadores. E na verdade sua atuação é compatível com as tendência neoliberais que prevalecem no mundo atual.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.