EUA

Polícia assassina manifestante acusado de matar apoiador de Trump

O tenente Brady disse que Reinoehl estava com uma arma, mas, acrescentou na sexta-feira que “não podemos confirmar neste momento se ele disparou”.

img_1200x12002010_07_01_13_30_00_257193

Bandeira dos EUA – Foto: Reprodução

Redação do DCO

Os EUA estão à beira de uma guerra civil. Neste momento estão surgindo grupos de extrema-direita fortemente armados para ajudar a polícia a atacar os manifestantes. Em fase avançada da guerra contra a população negra e trabalhadora, a polícia comete execuções sumárias, políticas, contra os manifestantes, claramente defendendo os fascistas e agindo exatamente como fascistas.

A polícia assassina de Trump atiraram e mataram Michael Forest Reinoehl na quinta-feira enquanto se moviam para prendê-lo pelo assassinato de um ativista de direita que fazia parte de uma caravana pró-Trump em Portland, Oregon. O suspeito, Michael Forest Reinoehl, 48, foi baleado por policiais de uma força-tarefa comandada pelo governo federal durante o encontro no estado de Washington, de acordo com o US Marshals Service.

A caça e assassinato de Reinoehl foi “justificada” pelos agentes que, alegam auto-defesa. “Relatórios iniciais indicam que o suspeito portava uma arma de fogo, ameaçando a vida de policiais”, Marshals Service disse em um comunicado. “Os membros da força-tarefa responderam à ameaça e agrediram o suspeito que foi declarado morto na cena.” Contudo, o tenente Brady disse que Reinoehl estava com uma arma, mas acrescentou na sexta-feira que “não podemos confirmar neste momento se ele disparou”.

Dessa forma, houve perseguição seguida de morte. Ray Brady, do gabinete do xerife do condado de Thurston, disse que o suspeito procurado saiu de um apartamento e entrou em um veículo. Mas, se não houve disparo de Reinoehl como disse o Tenente Brady, mentiram os agentes alegam que, a morte se deu durante tiroteio, uma reação, portanto.

A morte poderia ser evitada, mas havia intensão de matar Reinoehl. Um mandado de prisão por assassinato foi obtido pela Polícia de Portland através do Tribunal de Circuito do Condado de Multnomah, Oregon, na quinta-feira anterior, no mesmo dia em que o Vice News publicou uma entrevista com o Sr. Reinoehl na qual ele parecia admitir ao 29 de agosto, tiroteio, dizendo: “Não tive escolha”.

A polícia de Portland estava investigando o tiroteio no sábado de Aaron J. Danielson, um dos apoiadores do Presidente Trump que veio ao centro de Portland e entrou em confronto com protestantes que se manifestavam contra a injustiça racial e a brutalidade policial.

Reinoehl, que morava na área de Portland, tinha sido uma presença persistente nas manifestações da cidade nas últimas semanas, ajudando os manifestantes com segurança e sugerindo nas redes sociais que a luta estava se tornando uma guerra onde “haverá baixas”.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.