Rafael Dantas

Sobre o RAFAEL

Membro da direção nacional do PCO, é também Secretário de Relações Internacionais do partido.Atua na imprensa partidária desde que começou a militar, no início dos anos 2000.Chefia a redação do jornal Causa Operária, sendo um dos responsáveis pela publicação regular do semanário impresso do partido há 14 anos.Estudou Filosofia na USP, onde travou uma luta política ao lado de outros companheiros do PCO e da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR) na liderança da ala extrema esquerda do movimento estudantil nas famosas greves com ocupação da reitoria em 2007 e 2011.Editou, de 2011 a 2014, o Jornal da USP Livre!, porta-voz da oposição à reitoria de João Grandino Rodas, da luta contra a Polícia Militar no campus e pelo poder estudantil na Universidade.Palestrante, ministrou aulas em diversos cursos da Universidade Marxista do PCO. Apresenta, na COTV, o telejornal Resumo da Semana, aos domingos, às 20h30.

Membro da direção do PCO. Secretário de Relações Internacionais do Partido. Chefe de redação do jornal Causa Operária

  • Capa
  • Internacionalismo
  • “Os bandidos imperialistas só conseguem enganar os povos de todo o planeta porque escondem os crimes dos fascistas ucranianos”

Declaração do PCO

“Os bandidos imperialistas só conseguem enganar os povos de todo o planeta porque escondem os crimes dos fascistas ucranianos”

Reproduzimos o pronunciamento do Partido da Causa Operária perante o 7º Congresso Antifascista Internacional realizado em Rostov-do-Don, na Rússia, neste sábado (30)

Companheiros!

É com enorme satisfação que atendemos ao convite para participar do 7º Congresso Internacional Antifascista em Rostov-do-Don.

Agradecemos o convite da camarada Lyubov Korsakova em nome do Partido da Causa Operária do Brasil e desejamos a todos que tenham um excelente debate. 

Torcemos para que a luta contra o fascismo que se desenrola neste momento nos territórios liberados pelas Forças Armadas russas na Ucrânia seja completamente vitoriosa. 

Esperamos que as resoluções tomadas por vocês neste encontro possam inspirar e fortalecer a luta contra o fascismo em todo o mundo.

Como brasileiros, fomos convidados a falar aqui sobre como o povo do nosso país e da América Latina está compreendendo o que acontece nesse momento na Ucrânia. 

Não é uma tarefa fácil. Somos quase um bilhão de pessoas em 35 países. Somos oprimidos diretamente pelo maior inimigo dos povos de todo o planeta, o imperialismo norte-americano.

A população brasileira e latino-americana é vítima das mentiras contadas pelos governos dos Estados Unidos da América, dos países da Europa Central, pela OTAN e pela ONU.

Os jornais e canais de televisão no Brasil e na maioria dos países da América Latina (com notáveis exceções como Venezuela e Cuba) repetem mentiras como a de que a Rússia está promovendo uma guerra injusta de agressão e conquista na Ucrânia. 

Os bandidos imperialistas dos Estados Unidos e da Europa Central só conseguem enganar os povos de todo o planeta porque escondem os crimes cometidos durante oito anos pelos fascistas ucranianos.

Alguns países da América Latina têm governos semifascistas, serviçais do imperialismo norte-americano, impostos por golpes de Estado. Foi o que aconteceu no Brasil, em 2016.

Outros países têm governos incapazes de defender os interesses de seus povos de maneira consequente. 

Isso ficou evidente na ONU. 

Muitos destes governos condenaram a Operação Especial de Desmilitarização e Desnazificação da Ucrânia e apoiaram as sanções norte-americanas contra a Rússia ou se calaram porque têm medo de que o imperialismo se volte contra eles.

Mas, não se enganem, companheiros. Os povos do Brasil e da América Latina não são inimigos do povo russo e do povo ucraniano. 

Os trabalhadores da cidade e do campo dos países latino-americanos não querem prejudicar o povo russo e o povo ucraniano com as sanções criminosas colocadas em prática pelos Estados Unidos e os países da Europa Central.

Temos um inimigo em comum: o imperialismo mundial e os seus bandos fascistas que estão sendo combatidos pelas Forças Armadas russas na Ucrânia.

Esse inimigo só será derrotado de maneira completa pela força dos povos oprimidos de todo o planeta e pela força dos trabalhadores e oprimidos em seus próprios países.

A dominação dos povos de todos os países pelo imperialismo só acabará com uma revolução socialista.

É nesse sentido, companheiros, que trazemos nossa solidariedade e esperamos cumprir a missão que nos foi dada pelos companheiros do Partido da Causa Operária no Brasil, que é levar a verdade sobre o que está acontecendo na Rússia e na Ucrânia ao povo brasileiro.

Muito obrigado.

Rafael Dantas e Eduardo Vasco, 

Pela direção nacional do Partido da Causa Operária

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.